Huawei terá unidade em Campina Grande. Foto: divulgação.

A Huawei e a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) firmaram uma parceria para pesquisa e desenvolvimento dedicada à educação e capacitação de alunos em computação em nuvem.

O projeto abrange a montagem de um laboratório de pesquisa no campus da UFCG, com o apoio da Fundação Parque Tecnológico da Paraíba, local com cerca de 100 empresas já instaladas. O plano com o novo espaço é de capacitar alunos da instituição para trabalhar com equipamentos e softwares de cloud.

O espaço será o primeiro do país a trabalhar com a tecnologia FusionCube, servidor da Huawei para aplicações em nuvem. A solução estará disponível no Centro de Engenharia Elétrica e Informática (CEEI) da UFCG para a capacitação dos alunos e também para pesquisas focadas em inovação tecnológica.

Ao longo de 13 meses serão treinados de 20 a 25 alunos da Universidade em disciplinas variadas, e no final do curso eles receberão um certificado de qualificação. Os alunos receberão uma bolsa de estudo como parte integrante do projeto.

Para Tito Ocampos, Gerente de Pesquisa & Desenvolvimento da Huawei, a UFCG é uma instuição de ensino com um histórico de inovação em TIC, o que motivou a Huawei a implementar o laboratório conjunto na Paraíba.

"A computação em nuvem tem um amplo potencial de crescimento mercadológico e de desenvolvimento tecnológico e científico, o que torna esta parceria estratégica para a empresa, para a universidade, assim como para todo o Brasil”, explica Ocampos.

Outras grandes empresas também levaram recentemente operações para Campina Grande. A Orbitall, empresa de processamento de cartões controlada pela Stefanini, investiu R$ 6 milhões na construção de uma filial na cidade, com a meta de contratar 1,5 mil funcionários até o final de 2014.

Em 2013, a AeC, empresa mineira de outsoucing de processo de negócios, investiu R$ 30 milhões na instalação de dois contact centers em João Pessoa, com 1,3 mil pessoas empregadas.

Campina Grande, segunda maior cidade da Paraíba, é considerado um dos pólos tecnológicos da região Nordeste. Localizada a 112 quilômetros da capital João Pessoa, a cidade conta com cerca de 400 mil habitantes e um PIB de R$ 5,4 bilhões, o 130º do país, segundo levantamento do IBGE em 2012.

No país há mais de 15 anos, a Huawei atende às principais operadoras de telecomunicações do país e possui unidades São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba e Recife, além de possuir um centro de treinamento em Campinas (SP) e um centro de distribuição em Sorocaba (SP).

Além disso, no ano passado a fabricante anunciou a criação de um centro de inovação no Tecnopuc, parque tecnológico da PUC-RS, em Porto Alegre. No local, a estatal gaúcha de procassamento de dados Procergs e a Huawei vão trabalhar em conjunto em projetos de cidades digitais, computação em nuvem e comunicações unificadas.