Baguete
InícioNotícias> Associação foca tecnologia de crédito

Tamanho da fonte:-A+A

ACREDICON

Associação foca tecnologia de crédito

Júlia Merker
// segunda, 19/03/2018 10:33

As empresas Zetra, Quantum, Fácil Soluções e Consignet (do grupo DB1 Global Software), se uniram para a criação da Acredicon, associação que reúne provedores de tecnologia e serviços para crédito consignado e convênios.

Diretoria da Acredicon. Foto: Divulgação.

O segmento de crédito consignado tem impulsionado, nos últimos anos, o surgimento de novos modelos de negócio, players e tecnologias. A associação, com sede em São Paulo, busca tornar o mercado de processamento de margem mais seguro para as empresas, incentivando melhores oportunidades para os tomadores de crédito. 

Para isso, o grupo tem o objetivo de promover debates para, por exemplo, criar regras que melhorem as regulamentações do setor.

O presidente da Acredicon é Cláudio Freitas, representante da Quantum. A empresa oferece o produto Server Consignado, que gerencia todas as etapas do processo de empréstimo consignado em folha. A solução tem clientes como Governo do Rio de Janeiro, Ministério Público de Minas Gerais, Tribunal Regional do Trabalho/GO, Prefeitura de Ribeirão Preto, Prefeitura de Campos dos Goytacazes, entre outros. 

A Consignet conta com mais de 170 clientes, como as prefeituras de Alegrete (RS), Belém (Pará), Brusque (SC), Presidente Venceslau (SP) e São Manoel (SP). O sistema possui parceria com os bancos Caixa Econômica Federal, Bradesco, Banco do Brasil, Itaú, Santander e Banrisul.

Já a Zetra, que fornece uma plataforma de benefícios consignados, tem, entre seus 300 clientes, organizações como Aeronáutica e a Marinha do Brasil, o Tribunal de Contas da União (TCU), o Supremo Tribunal Federal (STF), além de empresas privadas como Nestlé, Peugeot e Coca-Cola. 

A Fácil Soluções, focada em informatizar a administração de margem consignável através do sistema Consigfácil, atende nomes como Governo da Paraíba, Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, Prefeitura de João Pessoa e Prefeitura do Recife.

Juntas, com a associação, as empresas pretendem desenvolver projetos como a realização de pesquisas e estudos de novas tecnologias, trabalhos de educação financeira, código de ética, entre outras ações.

Júlia Merker