José Luiz Moço.

A TechTrends, um grupo de investimento com diversas empresas de TI, decidiu apostar na tecnologia da Blackline, uma multinacional americana de soluções de gerenciamento financeiro na nuvem que está dando os primeiros passos no Brasil.

A companhia acaba de fechar uma joint venture com a Efisc para lançar uma companhia focada em Blackline, a eResult.

A Efisc era comandada por José Luiz Moço, um ex-executivo da Sonda que, nas palavras da TechTrends, “trouxe a marca Blackline para o país”.

Fundada em 2001, a BlackLine é uma companhia relativamente nova no seu segmento, mas em alta: abriu capital na Nasdaq em 2016, mesmo ano no qual foi listada pela Forbes entre as 100 maiores de cloud (número 43o) e como líder no Quadrante Mágico do Gartner junto com Oracle, IBM e Workiva.

Poucas empresas trabalham com a tecnologia no país: a Finance Controls atua como uma distribuidora master, com a qual a eResults tem um acordo exclusivo para venda de licenças. A ITS, uma consultoria SAP sediada em Porto Alegre, começou a atuar neste ano com a tecnologia.

A Blackline não abre informações sobre clientes no Brasil, mas provavelmente a presença até agora era mais limitada a subsidiárias de multinacionais.

A base mundial de clientes da Blackline no final de 2016 incluía 1,758 nomes, incluindo companhias como Costco, Kraft Heinz e Under Armour. 

A empresa teve receita de US$ 123 milhões em 2017, uma alta de 47% frente ao ano anterior.

“Espelhar a realidade das contas contábeis e apurar corretamente os impostos são principais dificuldades das empresas ao redor do mundo. Não são raros os casos de empresas que pagam seus impostos com base em estimativas e preferem contribuir com o teto da alíquota, a ficar devendo para o fisco”, diz José Luiz Moço, sócio diretor da eResult.

A eResult trabalhará também com tecnologias da Avalara, para processos de compra e venda em sua totalidade, fornecendo o cálculo dos impostos em tempo real via Internet.  

“Nossas expectativas não poderiam ser melhores, este é um momento muito adequado para as empresas que querem ter mais controle, ganhar eficiência e reduzir custos”, conta José Rubens Tocci, presidente da TechTrends.

Os negócios da TechTrends incluem nomes como AgroInova, empresa de soluções para o agronegócio e a operação brasileira da Embarcadero, fabricante de soluções para o gerenciamento de bancos de dados e ferramentas de desenvolvimento, como o Delphi.

Jose Rubens Tocci, que fundou a TechTrends em 2012, foi presidente da Borland (a Embarcadero comprou parte da Borland) para América Latina entre 2001 e 2009.