Rodrigo Estrázulas Rossoni, Amandio João da Silva Jr e Daniel Leipnitz em Austin.

Um grupo de empresários catarinenses, aliados a representantes do poder público de Santa Catarina, querem agitar Florianópolis com um evento nos moldes do South by Southwest, que terminou neste final de semana em Austin, nos Estados Unidos.

A primeira edição do Floripa Conecta, que ocorre de 9 a 18 de agosto deste ano em Florianópolis, foi lançada durante o SXSW, em um evento realizado na sede da Dropbox em Austin para 300 participantes, a maioria parte da comunidade de brasileiros na cidade.

Segundo Daniel Leipnitz, presidente da Associação Catarinense das Empresas de Tecnologia (ACATE), o Floripa Conecta é a realização de um sonho de três anos. 

“Um sonho de fazer alguma coisa grande, um sonho grande de mudar a nossa cidade, de pensar na nova matriz econômica que está tá transformando a cidade que é a tecnologia, a economia criativa, o design, a música. A ideia é realizar alguma coisa como Austin aqui”, revela Leipnitz.

A iniciativa do Floripa Conecta conta também com o apoio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Sustentável do Estado de Santa Catarina (SDS). 

O Secretário de Estado Adjunto, Amandio João da Silva Jr, fez parte da missão dos empresários que estiveram em Austin em março do ano passado para conhecer os bastidores do SXSW e agora na edição deste ano para o lançamento do evento de Florianópolis.

“É um evento sem dono, é um evento que tem uma união de esforços da iniciativa privada com o apoio do poder público para que a gente possa realizar algo inédito em todo o país”, projeta Rodrigo Estrázulas Rossoni, presidente da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (ACIF).

O evento em Austin foi promovido pelo arquiteto de soluções da Dropbox, Marcel Ribas, também de Florianópolis, mestre em Computação pela UFSC e residente da capital do Texas já há 15 anos. 

O Floripa Conecta será o primeiro festival brasileiro desta natureza com eventos simultâneos trazendo arte, música, cultura, criatividade e inovação em tecnologia para os visitantes no mesmo formato do SXSW. 

Uma série de entidades de Florianópolis já está engajada: a Rede Nacional das Associações de Inovação e Investimentos (RENAII), que reúne entidades como ABStartups, Abipti, Anjos do Brasil, Anpei, Anprotec, ABVCap, além do Sebrae (co-realizador) e organizadores locais (ACATE e Fundação Certi), irá comandar 12 eventos durante o Floripa Conecta, entre eles o Innovation Summit Brasil 2019 (12 a 14 de agosto). 

Nesta época também está programado a segunda edição do Startup Summit (15 e 16 de agosto) – encontro do segmento de empreendedorismo inovador e TI que espera reunir mais de 3,5 mil pessoas. 

Leipnitz revelou para nós que mais oito eventos programados para estas datas envolvendo artes, música e tecnologia estão confirmados. 

A expectativa do Floripa Conecta é atrair um público de 60 mil a 70 mil pessoas na primeira edição. É bem mais do que o primeiro SXSW, realizado para 700 pessoas em 1986, mas bem menos do que o quase meio milhão de participantes de diversas nacionalidades que embarcaram em Austin este ano.

Parte da estratégia de Florianópolis é fazer o evento em agosto, uma época de baixa temporada na Ilha, como parte de um plano para transformar a cidade em um destino para visitantes o ano todo, e não só no verão.

“Este é um movimento muito parecido com o que Austin conseguiu fazer nos últimos anos. Queremos estimular nossos empreendedores, atrair novas pessoas, investidores e aumentar a prosperidade de Florianópolis com conhecimento e novas experiências”, declarou Rossoni.

A cidade de Austin, que atualmente abriga empresas como IBM, Dell, Apple, Amazon, Google, Facebook, Dropbox, entre outras grandes marcas, é considerada hoje como a nova grande meca do segmento de tecnologia dos Estados Unidos. 

Só para se ter uma idéia, um estudo realizado pela empresa americana Spectrum Location Solutions LLC divulgado em dezembro do ano passado mostrou que 1,8 mil empresas deixaram a Califórnia em um ano tendo como principal destino a cidade de Austin no Texas. 

Também em dezembro passado a Apple anunciou investimentos na ordem de U$ 1  bilhão de dólares  na construção de uma nova sede na capital do Texas, o que deve gerar mais de 20 mil empregos na cidade.

* Ary Filgueiras, diretor da BusinessPress Brasil, cobriu o SXSW direto em Austin para o Baguete.