Thiago Bordini. Foto: Divulgação.

Thiago Bordini, ex-diretor de inteligência cibernética do Grupo New Space, acaba de ser contratado pela Axur para assumir o cargo de Head of Cyber Threat Intelligence & Delivery.

O executivo estava há sete anos na New Space, uma empresa paulista com 35 anos de mercado e forte atuação na área de bancos.

Antes, ele passou por cargos de analista e pesquisador na iSight e Skylan, duas companhias especializadas do segmento, e pela área de segurança de informação do Itaú.

Na Axur, Bordini deve expandir a oferta de Cyber Threat Intel, organizar a expansão para a América Latina, estar mais próximo de parceiros e clientes, e consequentemente, gerar novos produtos, além da melhoria dos já existentes.  

"A área de inteligência cibernética, diferente da segurança da informação, monitora e analisa as ameaças que surgem do espaço cibernético e podem causar danos às empresas. Por isso, quero trazer um olhar diferenciado e direcionado para fora do perímetro da empresa, com esforços concentrados em captar e compreender possíveis ameaças externas ligadas diretamente ou indiretamente aos negócios", conta Bordini.

Tanto Axur como NewSpace fazem parte da elite das empresas de segurança digital no país. Ambas são certificadas pelo Ministério da Defesa como empresa estratégica de defesa (EED, na sigla).

O selo é concedido à companhias que investem em desenvolvimento nacional de produtos considerados estratégicos pelos militares brasileiros e garante redução das alíquotas de IPI, PIS/Pasep e Cofins para os selecionados.

A Axur, inclusive, foi contratada pela Atos para monitorar possíveis fraudes relativas aos jogos olímpicos no Rio de Janeiro, em 2016.

Fundada em 1999, a Axur tem sede em Porto Alegre e filial em São Paulo. Em seu site, a companhia afirma ser “líder no mercado brasileiro” quando o tema é combate a fraudes e crime na Internet.