ENERGIA

EDP usa plataforma MAI para negociar compras

19/03/2021 09:44

Solução da startup Membran-i utiliza inteligência artificial proprietária para realizar os processos.

A EDP está há mais de 20 anos no Brasil. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A EDP Brasil, uma das maiores empresas privadas do setor elétrico brasileiro, adotou a plataforma MAI, solução SaaS de negociação de compras em rede B2B da Membran-i, para automatizar parte dos processos na sua área de compras.

Com alto volume de operações na área de procurement, inúmeras transações mensais e diversos fornecedores, a companhia queria investir para que esses processos fossem realizados eletronicamente.

Assim, procurou no mercado uma solução de automação que permitisse a gestão centralizada. A escolha foi pela plataforma MAI, que estrutura demandas e ofertas de mercado e proporciona negociações anônimas em tempo real, baseada em inteligência de dados.

A plataforma utiliza inteligência artificial proprietária para analisar os requisitos da negociação, orientar os compradores e fornecedores na flexibilização das condições e fazer a decisão de compra dentro da zona de conforto estabelecida.

Durante a implementação da ferramenta, a Membran-i analisou o spend anual do cliente, classificando os produtos e serviços em dois grupos: estratégico (25%) e não estratégico (75%). 

Isso resolveu a necessidade inicial da EDP, que afirma ter ganho produtividade e eficiência no planejamento de demandas e negociação de produtos e serviços não estratégicos, com economia para custo total de aquisição desses itens.

Após a adoção da MAI, foi possível mensurar uma média de 68% em ganhos de processos e 23% de economia, além da possibilidade de ter mais opções de fornecimento e compliance nas negociações.

“Cerca de 75% das nossas requisições são de baixo valor e isso toma muito tempo da equipe de compras, tirando um tempo precioso em que poderia focar nas negociações estratégicas”, explica Neverton Timm, head de supply chain da EDP Brasil.

Com a nova plataforma, a companhia pretende concentrar os esforços do time no que traz mais ganho financeiro para a empresa. 

Para Florent Desidério, fundador e CEO da Membran-i, ter um cliente como a EDP, que gera um alto volume de transações, reforça que a negociação em rede é uma tendência forte que veio para ficar.

Segundo estudo do Gartner, 80% das interações de vendas B2B entre compradores e fornecedores serão por meio digital até 2025. Isso deve ser proporcionado pela convergência de hiper automação, decisões via inteligência artificial e escalabilidade digital.

Há mais de 20 anos no Brasil, a EDP atua em transmissão, comercialização e soluções em energia, além de possuir sete unidades de geração hidrelétrica e uma termelétrica. 

Com mais de 10 mil colaboradores diretos e terceirizados, a companhia atende cerca de 3,4 milhões de clientes em São Paulo e no Espírito Santo. Recentemente, adquiriu participação na CELESC, em Santa Catarina. 

Em nível global, a EDP está presente em 16 países de quatro continentes e é uma líder mundial no mercado de energias renováveis.

Veja também

CONTAS
Angeloni tem pagamento por biometria facial

Projeto é da Payface, uma startup de Florianópolis que está em alta no nicho.

ANTIFRAUDE
Boa Vista compra Konduto por R$ 172 milhões

Esta é a segunda aquisição da companhia depois de abrir capital em setembro.

NUVEM
T-Systems Brasil tem novo VP de finanças

Marcio Souza vem da Software AG, onde era CFO e responsável pelas operações na América Latina.

SEM NÚMEROS
XP lança cartão de crédito

Corretora está preparando serviços de banco digital para ter todo o patrimônio de seus clientes na plataforma.

ÓCULOS
Nuvini compra Ipê Digital

Empresa adquirida atende 10% das óticas do país. Nuvini quer comprar 100 até 2025.

FINANCEIRO
Sinqia cresce 19,9% e fatura R$ 210 milhões

Companhia tem R$ 321,1 milhões em caixa para fazer mais aquisições.

NA MOITA
Locaweb compra parceira da Shopify

Samurai é grande parceira da Shopify da América Latina. Locaweb foi discreta.

FATIAS
Wickbold faz AMS diferente

Gigante de pães tem três fornecedores competindo para entregar melhorias.

TRABALHO
Viasoft tem novo sócio

Fábio Scabeni entrou como estagiário e fez carreira na companhia de ERP paranaense. 

IMERSÃO
Realidade Virtual: cada vez mais presente no empreendedorismo

Vários setores da economia aderiram ao recurso como uma ferramenta essencial para os seus serviços.