Startup brasileira está montando um time internacional. Foto: Pexels.

A Pipefy, startup brasileira de gerenciamento de processos na nuvem, segue contratando executivos para tocar a internacionalização da empresa. Já são quatro contratações desde dezembro. 

Os novos nomes são Rahim Walker, ex-executivo da Planview e SurveyMonkey, ingressa no Pipefy como vice-presidente de vendas para EUA e  Kiko Guimarães, ex-Amazon Web Services e Red Hat, é agora vice-presidente de vendas corporativas da América Latina. 

“Meu foco no Pipefy será alinhar nossos valores corporativos a uma visão de longo prazo, levando as vendas do Pipefy a um novo nível”, afirma Guimarães.

Em janeiro, a Pipefy anunciou ainda a contratação de Sandra Denton, para a posição de vice-presidente de Canais e Alianças. 

Denton tem 20 anos de experiência, tendo sido VP para canais da Nlyte Software, uma líder no nicho de software para gestão de data center, além de uma passagem pela IBM, também na área de canais.

A executiva foi destacada por quatro anos na lista “100 Women of the Channel" da CRN, uma das principais publicações focada em canais de tecnologia.

Todas as contratações respondem ao presidente e COO da Pipefy, Ananth Avva, contratado no final do ano passado e baseado em São Francisco. 

A Pipefy, aliás, informa no seu release, em no perfil do Linkedin, que agora é baseada na cidade americana, sem citar o fato da empresa ser brasileira (a Pipefy foi fundada em 2015 em Curitiba), ou o nome do CEO e fundador, Aléssio Alonço.

O esforço parece ser focado em internacionalizar a empresa para valer. A empresa já tem 8 mil clientes em 150 países, incluindo a gigante de tecnologia da informação IBM, o banco Santander e a fabricante de automóveis Volvo.

VENDA À VISTA?

A Pipefy não chega a mencionar o assunto, mas o plano no médio prazo pode incluir uma grande venda. 

Isso porque Avva, o executivo para o qual as contratações respondem, tem bastante experiência no assunto: as três últimas empresas nas quais ele foi COO, CFO ou os dois cargos juntos, foram vendidas.

Até outubro de 2020, Avva era CFO e COO da Lastline, uma companhia de segurança adquirida em junho pela VMware.

Antes, ele foi CFO e COO da Wrike, uma companhia similar à Pipefy, que teve o controle adquirido no final de 2018 pelo fundo de investimento Vista, em um negócio de US$ 800 milhões.

Finalmente, ele foi CFO da LiveOps, uma empresa de colaboração e videoconferência comprada por outro fundo de investimento, ainda em 2015.

Para fechar o pacote, o executivo conhece o outro lado do comprador, tendo trabalhado na área de finanças do Google, no fundo de investimentos Voyant e na KPMG.

A Pipefy já levantou US$ 60 milhões em investimentos de fundos como 500 Startups, Redpoint Ventures, Valor Capital, Founders Fund (do fundador do Paypal, Peter Thiel) e os fundadores da Zendesk, além de Insight Partners OpenView e Trinity Ventures. Fundos costumam pressionar por vendas, para obter retorno.