A Inter Construtora está em processo de implantação do ERP Mega Construção. Foto: Divulgação.

A Inter Construtora e Incorporadora, sediada em Juiz de Fora, está em processo de implantação do ERP Mega Construção.

“Com o ERP iremos substituir cinco ferramentas de gestão que utilizávamos por apenas uma. Ele será a nossa fonte de busca exclusiva para qualquer informação, inclusive no que diz respeito aos relatórios necessários para atender a Comissão de Valores Mobiliários (CVM)”, afirma Rodrigo Faria, engenheiro de produção da Inter. 

Ainda de acordo com Faria, a empresa está em processo de abertura de capital e, assim, necessita de uma solução especializada no cumprimento das exigências legais para operar na Bolsa de Valores. 

“Nosso antigo ERP não estava adequado às demandas atuais em termos de resposta, relatórios e controles. Por conta disso, buscávamos como diferencial um sistema que nos possibilitasse integração”, complementa o engenheiro.

O diretor regional para Minas Gerais da Mega, Everton Bonato, destaca que o projeto também se estende à equipe atuante no canteiro de obras.

“Mais do que dispor de tecnologia no processo construtivo, as obras têm mostrado, cada vez mais, a necessidade de contarem com o apoio de uma solução que pode ser usada, inclusive, via aplicativo ou web”, informa o executivo. 

Com duas mil unidades a serem lançadas e a estimativa de um Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 300 milhões para 2016, a empresa gera mais de mil empregos diretos.

Fundada em 2008, a Inter Construtora atua principalmente no segmento do programa “Minha Casa, Minha Vida” e tem em seu portfólio mais de 1 mil imóveis entregues.

A Mega Sistemas Corporativos nasceu no estado de São Paulo, em 1985. Com presença direta em São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro e Minas Gerais, a companhia conta ainda com 15 canais de atendimento, 700 colaboradores e mais de 2 mil clientes em todo o território nacional.

A companhia fechou 2015 com um crescimento de 8,5% sobre 2014, atingindo um faturamento de, aproximadamente, R$ 75 milhões.

Entre as investidas da Mega no ano estiveram compras como a da Mega Minas, seu canal no estado de Minas Gerais, por um valor não aberto, e a abertura da Mega Norte, filial sediada em Belém, no Pará, e focada em explorar as oportunidades da região norte do país.