A Pacaembu Construtora adotou o Colaborativo para gerir suas obras. Foto: Divulgação.

A Pacaembu Construtora, especialista na construção de empreendimentos residenciais contemplados no programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, adotou o Colaborativo, software de colaboração em nuvem fornecido pelo Construtivo, para gerir suas obras.

Devido à sua atuação territorial abrangente, que envolve obras localizadas em mais de 40 cidades de São Paulo, a empresa buscou uma solução de colaboração que permitisse gerenciar e disponibilizar o controle de revisão dos documentos gerados nos empreendimentos com rapidez.

Com a adoção do novo sistema, todo o armazenamento de documentos, que era realizado dentro da rede interna e compartilhado via sharepoint, é feito no Colaborativo.

“As informações ficavam em poder das filiais, tornando o processo de acompanhamento das obras moroso, já que não tínhamos conhecimento em tempo real do que estava sendo desenvolvido e nem do que era entregue nas obras. A partir do momento que centralizamos todos os documentos em uma única ferramenta, tivemos mais visibilidade dos empreendimentos”, pontua Marcelo Espinheira, gerente de projetos da Pacaembu Construtora.

Com diferentes perfis de acesso, o atendimento da solução se estende às áreas de legalização, projetos, engenharia, jurídico e administrativo, que compartilham documentos referentes a projetos, alvarás, decretos, diretrizes, laudos, memoriais e dados administrativos. 

“Nosso maior ganho foi desenvolver projetos obtendo, desde seu início, o acompanhamento das revisões e das liberações de todos os envolvidos”, pontua Espinheira.

Ao todo, 54 obras, entre projetos de infraestrutura, que envolvem terraplanagem, redes de água e esgoto, drenagem e ambiental, e projetos de habitação e complementares à habitação, ou seja, fundação e estrutura, hidro sanitário e instalação elétrica, já foram gerenciadas pelo Colaborativo.

“A proposta do Colaborativo é tornar os processos de engenharia e construção mais transparentes para que não haja atrasos nas obras e, consequentemente, no retorno do investimento. Além disso, temos comprometimento imediato em atender os chamados das empresas e a expertise necessária para adaptar rapidamente o escopo da solução às necessidades do negócio”, finaliza Marcus Granadeiro, CEO do Construtivo.

A Pacaembu trabalha com moradias populares nas faixas de entrada do programa Minha Casa Minha Vida, atendendo clientes com renda familiar abaixo e R$ 2,6 mil ou R$ 4 mil. 

Somente em 2016, foram 7.789 unidades entregues. Ao longo de sua atuação o Grupo Pacaembu construiu mais de 45 mil unidades habitacionais em 38 cidades.

No final do ano passado, a empresa divulgou a adoção do Microsoft Dynamics 365 para fazer a gestão do seu relacionamento com clientes, em um projeto entregue pela AX4B.