Foto: Prefeitura de Joinville.

A cidade de Joinville, em Santa Catarina, adotou um software para coleta de dados epidemiológicos desenvolvido por um grupo de voluntários das empresas Tupy, indústria de peças de ferro, e Envolti, especializada em sistemas de informação.

Além disso, a Neogrid Datacenter disponibilizou a infraestrutura para hospedar a plataforma, que tem intuito de agilizar a coleta de dados de pacientes e informações de saúde para a realização de testes sobre o Covid-19 e outras doenças.

O projeto foi desenvolvido em 10 dias por seis profissionais, envolvidos diretamente na preparação da infraestrutura, desenvolvimento e gerenciamento do projeto.

Com a adoção de testagem em massa, a cidade conseguirá lançar dados em um único ambiente, que fará o envio para os órgãos de saúde de forma instantânea, gerando informações oficiais e evitando a subnotificação dos casos. 

Entre os dados utilizados, estão número de testes aplicados, quantidade positiva ou negativa, faixa etária, sexo e região.

Segundo as empresas, a plataforma é de extrema importância para apresentar aos profissionais de saúde qual é o melhor procedimento no atendimento individual dos pacientes, além do acompanhamento da evolução da disseminação do vírus na população. 

O software começou a ser utilizado na semana passada no centro de triagem da Associação da Tupy. No início de junho, deve estar em funcionamento nas unidades de saúde do município, sendo administrado pela secretaria municipal de saúde.

“A doação do conhecimento técnico, a habilidade dos envolvidos e a agilidade na entrega foram fatores primordiais para um projeto dessa magnitude, que foi entregue em tempo recorde”, destaca Jean Rodrigues da Silva, secretário da saúde de Joinville.

Joinville é o município mais populoso de Santa Catarina, com uma população estimada em 590 mil habitantes. Até a última segunda-feira, 18, a cidade registrava um total de 317 casos de Covid-19 com 13 mortes.