McAfee terá porta privilegiada para a base de 93 milhões de acessos da Vivo. Foto: divulgação.

A Vivo anunciou um acordo com a McAfee, especializada em segurança, para oferecer uma VPN para proteção da conexão dos seus clientes.

O recurso cria uma espécie de túnel, ou uma rede privada, que conecta diferentes dispositivos na internet, protegendo as informações trafegadas. 

Segundo a operadora, o McAfee Safe Connect pode ser contratado por clientes de celular da Vivo de planos pessoa física e a assinatura é paga diretamente na conta ou com créditos pré-pagos, em duas modalidades. 

A primeira, com assinatura mensal, custa R$ 14,99 e dá direito a proteger até cinco dispositivos Windows, Android e iOS. 

Na segunda modalidade, exclusiva para assinantes da Vivo, a mensalidade dá direito a uma licença, que pode ser instalada em celular ou computador com os mesmos sistemas operacionais, por R$ 8,99 mensais. 

O lançamento do McAfee Safe Connect é uma extensão da parceria entre as duas empresas. A Vivo já oferece a seus clientes o McAfee Segurança Móvel, para proteção de smartphones, tablets e computadores. 

Com o novo acordo, a Vivo quer reforçar o posicionamento como hub de serviços e conteúdos digitais. Já para a McAfee, trata-se de mais uma porta privilegiada para a base de milhões de usuários da Vivo.

Com 93 milhões de acessos, a operadora está presente em 4,5 mil cidades com rede 3G, mais de 3,2 mil com 4G e mais de 1,2 mil municípios com a rede 4,5G. 

No segmento móvel, a Vivo tem 74,7 milhões de acessos e responde por 33% do market share no país, a maior participação de mercado.

A Telefônica Brasil, dona da Vivo, faz parte do Grupo Telefónica, um dos maiores conglomerados de comunicação do mundo, com 344 milhões de acessos e receita de € 48,4 bilhões em 2019.

Fundada em 1987, a McAfee é integrante da divisão Intel Security e é uma subsidiária pertencente à Intel Corporation.