Carmine Barone: Me paga R$ 1, te dou R$ 2. Foto: Baguete

Consumerização não é tendência, é realidade, e a gestão não de dispositivos, mas de usuários, é a chave da questão.

É o que garante a Navita com o lançamento do TEM, que o vice-presidente de Negócios da empresa, Carmine Barone, garante: põe de volta no bolso do empresário R$ 2 para cada R$ 1 que ele investir na solução.

“Garanti isso de imediato”, destacou o VP, que apresentou o produto durante o Seminário Gestão de TIC, que a Sucesu-RS realizou de 15 a 17 de junho em Bento Gonçalves, e do qual a Navita também foi uma das patrocinadoras.

A sigla TEM vem de Telecom Expense Management. Baseada nisso, a solução oferece não apenas um pacote de recursos, mas também serviços de suporte, controle e reparos que, em suma, entregam nas mãos da Navita o gerenciamento do ambiente consumerizado.

“Seus colaboradores usam mobilidade? Trazem devices próprios para o trabalho? Você precisa gerir isso? Seus problemas acabaram”, brinca Barone.

Com o TEM, segundo ele, o cliente tem gestão mobile multiplataforma, Wipe remoto (apata os dados à distância), gerenciamento de aplicações e de políticas de TI via wireless, central única de operações 24x7 em vários idiomas.

A ferramenta também permite monitorar e alertar sobre usuários em áreas de sombra, pouca memória e bateria, disponibilidade de rede das operadoras, além de contar com sistema de métricas e alertas visuais que avisam a equipe de suporte antes de o usuário perceber o problema.

Já a parte de logística de reparos inclui substituição de devices, parcerias com assistências técnicas certificadas, automação com entregadoras, segurança e rastreabilidade, e o pulo do gato: controle de custos com reparos.

“Você pode controlar tudo o que vai gastar, e não ficar sabendo só quando vier a conta, mas isso vai além: é possível verificar exatamente o que usa de dados, voz, serviços, tudo. Assim, pode negociar com a operadora, por exemplo”, destaca Barone.

ANJO E ALGOZ
Assim o VP de negócios define a Navita em relação às operadoras.

“Somos o algoz e o anjo destas empresas, pois, ao mesmo tempo que atuamos como suporte de segundo e terceiro nível de várias, também somos os caras que permitimos chamar a operadora e dizer: vem cá, porque pago tanto por isso se uso mais isso, ou porque pago tanto se sei que posso pagar menos?”, enfatiza o executivo.

SUL  NA MIRA
Uma oferta que tem chamado a atenção, inclusife no Sul:  a panaranese SABB, distribuidora da Coca-Cola, por exemplo, já é cliente do TEM.

Um case que incrementa a estratégia da Navita na região, onde a empresa paulista especializada no desenvolvimento de soluções para mobilidade, telecom, portais e intranet abriu filial no ano passado.

ALL AROUND THE WORLD
Sediada em Porto Alegre, a unidade é a segunda regional da companhia, depois do Rio de Janeiro.

Além disso, a companhia mantém uma joint venture que permite atender a mais de 50 países, via diversos parceiros espalhados pelos continentes.

“Temos 130 colaboradores diretos, mas em todos estes mercados atendemos via parceiros que tornam a equipe incontável”, destaca Barone.

Gláucia Civa cobriu o Seminário Gestão de TIC da Sucesu-RS, em Bento Gonçalves, a convite da Sucesu-RS.