Assinatura do convênio. Foto: divulgação/Unisinos.

A Unisinos, o Tecnosinos e a Brasscom, entidade que reúne as maiores empresas de TI instaladas no país, assinaram nesta terça-feira, 18, uma parceria para promoção de cursos técnicos de TI em modelo de educação à distância.

O objetivo é aproximar os alunos que vem conhecer o parque tecnológico de São Leopoldo dentro do programa Talentos Tecnosinos – foram três mil no ano passado – dos conteúdos do Brasil Mais TI, um programa de formação conduzido pela Brasscom e o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação.

“O grande desafio do Tecnosinos está ligado aos recursos humanos. Devemos atrair jovens para as engenharias e fortalecer a economia do conhecimento no Rio Grande do Sul”, disse Susana Kakuta, diretora do Parque Tecnológico São Leopoldo.

Entidades do setor estimam que a área de TI, que cresceu 10% no ano passado, deixará 78 mil vagas não preenchidas no país neste ano por falta de profissionais.

Com 45 associadas, a Brasscom representa cerca de 70% do PIB de TI do Brasil, incluindo nomes como Accenture, Capgemini, IBM, Politec, Softtek, TCS, Totvs e Unicamp.

O segmento faturou cerca de US$ 123 bilhões em 2012, número que equivale a 5,2% do PIB nacional, de acordo com dados da International Data Corporation (IDC) e da Brasscom.

Atualmente, o Tecnosinos conta com 75 empresas abrigadas, com 30 delas sendo incubadas. Este número de empresas já rende mais de US$ 1 bilhão em faturamento anual, com cerca de quatro mil empregos gerados - metade deles são de nível superior.