A ZTE vai voltar a vender celulares no Brasil e contará com fabricação local. Foto: Divulgação.

A ZTE vai voltar a vender celulares no Brasil e contará com fabricação local. A empresa chinesa firmou uma parceria com a Evadin, de Manaus, que já está produzindo roteadores portáteis sem fio com a marca ZTE. O próximo passo será a produção de smartphones. 

Agora, a ZTE está negociando com operadoras e distribuidores brasileiros, segundo o MobileTime

Os primeiros smartphones produzidos localmente devem ser vendidos a partir do terceiro ou quatro trimestre de 2015.

A companhia foca a produção em telefones de categorias baixa e média, com dois ou três modelos fazendo parte do catálogo brasileiro. 

"Nosso foco são aparelhos com boa performance, mas com preços acessíveis. Está difícil vender aparelhos acima de R$ 1 mil neste momento no Brasil", afirma o presidente da ZTE no Brasil, Eliandro Ávila, para o MobileTime.

A crise econômica atual é vista pela ZTE como uma oportunidade. 

"Tem gente que está muito abastecida e precisando  queimar estoque. Como novo entrante, vejo como uma excelente oportunidade, porque estamos com fôlego, ao contrário dos outros", avalia. 

Ávila acredita que o Brasil conseguirá fechar o ano de 2015 com algo entre 60 e 70 milhões de celulares vendidos.

Em 2014, a ZTE foi a 9ª maior vendedora de smartphones do mundo. O ranking é liderado pela Samsung e segue com Apple, Lenovo/Motorola, LG, Huawei, Xiaomi, Coolpad e Sony. O 10º lugar é da TCL.