A moça falou. Foto: flickr.com/photos/67832671@N00

A Catho fechou um acordo para indenizar a Gelre por currículos roubados do banco da concorrente  encerrando um caso que se arrastava na justiça brasileira desde 2002.

A revelação é da Exame.com, que encontrou a decisão sobre o acordo  na página 535 do Diário de Justiça do Estado de São Paulo (edição 1.457) nesta quinta-feira, 18.

Não foi revelado o valor do acordo, mas é fácil supor que está na casa dos milhões de reais, fazendo  deste o maior caso de direito digital já julgado no Brasil.

Em agosto de 2009, a Catho foi condenada a pagar R$ 13,624 milhões, além das custas do processo. Com a correção monetária, o valor já chegava a mais de R$ 24 milhões, calcula a Exame.

O acordo não é o fim dos problemas judiciais para a Catho, que enfrenta ainda um outro processo similar da concorrente Curriculum. A indenização definida pela justiça até o momento é ainda mais salgada: R$ 63 milhões.