Adelino Colombo acaba de reassumir o cargo de presidente da rede de varejo. Foto: Divulgação.

O fundador da Lojas Colombo, Adelino Colombo, acaba de reassumir o cargo de presidente da rede de varejo aos 87 anos. Ele volta à função cerca de seis meses depois de indicar a filha, Gissela Franke Colombo Berlaver, ao cargo de presidente.

De acordo com a Zero Hora, Adelino reassume de maneira interina por ser o atual presidente do conselho. A empresa não informa o motivo da saída de Gissela ou por quanto tempo Adelino permanecerá na função.

Quando a sucessora assumiu o cargo, no começo de 2018, muitos acreditaram que seria o fim da novela da sucessão na Colombo. A empresa já tentou passar o comando para profissionais de mercado em três ocasiões.

Em 2002, foi contratado Eldo Moreno, ex-Magazine Luiza e ex-Pernambucanas. Adelino Colombo reassumiu o cargo em 2005. 

Em 2011, aos 80 anos, o empresário fez nova tentativa, nomeando à presidência Gustavo Courbassier, do Bradesco, que acabou deixando a empresa pouco tempo depois.

Logo depois veio da Azaleia Rodrigo Miceli Piazer, que durou dois anos e saiu em 2015.

A companhia conta com 250 lojas e alcançou faturamento de R$ 1,6 bilhão em 2017, um crescimento de 8% nas vendas.