Marcos Hayashi, country manager da DataRobot no Brasil. Foto: Divulgação.

A DataRobot acaba de iniciar suas operações no Brasil. Fundada em 2012 pelo brasileiro Tom de Godoy e pelo americano Jeremy Achin, a empresa é responsável por uma plataforma que explora dados e  automatiza a criação de modelos de machine learning.  

Desde a sua fundação, a DataRobot recebeu aportes que somam mais de US$ 125 milhões e agora está presente em todos os continentes. 

A empresa conta com 400 funcionários, sendo mais de 150 cientistas de dados e engenheiros.

O momento da chegada no Brasil é considerado estratégico pela maturidade das empresas no entendimento do assunto. 

“Elas entendem que estão dando um passo à frente com IA para resolver questões cruciais para as companhias”, afirma Marcos Hayashi, country manager da DataRobot no Brasil.

Antes de ingressar na companhia, Hayashi passou por CSC Brasil (como executivo de contas), Sixbell e Altitude Software.

Com o sistema da DataRobot é possível prever questões como capacidade de atendimento do estoque, fraudes em seguros e transações bancárias, além de automatizar análises de crédito baseadas em dados históricos. 

Desde o início da operação, os clientes da DataRobot Cloud já construíram mais de 600 milhões de modelos de machine learning, excluindo deste número os clientes da DataRobot Enterprise. 

Entre os clientes da empresa nos Estados Unidos está a Monsanto, que utiliza o software para desenvolver suas atividades relacionadas à inteligência artificial (IA). O objetivo é melhorar o processamento de dados com modelos de análise automatizada e preditiva para obter informações sobre os principais negócios da empresa, incluindo pesquisa e desenvolvimento, cadeia de suprimentos e vendas.