Baguete
InícioNotícias> Pinheiro Neto: unidade no Vale do Silício

Tamanho da fonte:-A+A

DIREITO

Pinheiro Neto: unidade no Vale do Silício

Júlia Merker
// quinta, 19/07/2018 09:48

O Pinheiro Neto, um dos escritórios de advocacia mais conceituados no país na área de direito digital, contará com uma unidade. O escritório será localizado em Palo Alto e servirá de base para o constante fluxo de advogados da empresa na região.

Raphael de Cunto, sócio responsável pela operação no Vale do Silício. Foto: Divulgação.

"A base no Vale do Silício é um passo natural na trajetória do Pinheiro Neto, que há décadas acompanha o desenvolvimento da indústria de tecnologia, e mostra ainda mais seu comprometimento com clientes da região. O escritório irá servir de ponte entre o mercado local e o brasileiro, que também ganha destaque no mapa global da inovação", explica Alexandre Bertoldi, sócio gestor do Pinheiro Neto.

A equipe responsável pelos clientes de tecnologia é composta de 60 advogados que atendem a clientes de diferentes segmentos da economia digital, como e-commerce, economia compartilhada, internet das coisas (IoT), streaming, mobilidade, cloud computing, mídias sociais, e-learning, blockchain, healthtech, agrotech, fintech, criptomoedas, data analytics, games, realidade virtual e aumentada, inteligência artificial e venture capital.

O plano da empresa é que novos investimentos sejam feitos na região, tanto na estrutura quanto nos negócios com companhias do Vale do Silício. 

Atualmente, o volume de negócios ano a ano da área de tecnologia do Pinheiro Neto cresce, em média, 37% ano a ano.

"A inovação está presente em toda a trajetória do Pinheiro Neto, o que fez com que o escritório desenvolvesse naturalmente a cultura do Vale do Silício, conhecendo as características únicas destas empresas para tornar a relação totalmente fluida, além de poder promover o escritório como um hub de novos negócios entre os dois países, seja para startups ou para grandes empresas de tecnologia", acrescenta Raphael de Cunto, sócio responsável pela operação no Vale.

O envolvimento do Pinheiro Neto com o setor de tecnologia começou na década de 1980, quando uma indústria pioneira de informática se estabeleceu no Brasil. Na década seguinte, o envolvimento se tornou maior diante da penetração dos processos informatizados e o desenvolvimento da legislação de software, que demandavam um novo nível de especialização dos advogados.

"As novas empresas do mercado têm uma dinâmica de trabalho ágil e prática, lançando novos serviços e parcerias diariamente, ao mesmo tempo que precisam ser cuidadosas com dados sigilosos de consumidores, rápidas mudanças regulatórias e especificidades societárias. Para trabalhar com essas empresas, é necessário que tenhamos times diversificados e multidisciplinares", afirma Larissa Galimberti, sócia do Pinheiro Neto e especialista em transações em tecnologia.

A companhia representou as primeiras grandes plataformas de tecnologia que vieram ao Brasil, como o Yahoo!, em 1999.

Júlia Merker