Sua empresa está entre as campeãs?

A Revista Época divulgou a  18ª edição da a pesquisa Melhores Empresas para Trabalhar – GPTW Brasil”, com 130 empresas em diversas categorias.

Juntas, as empresas representam mais de 644 mil funcionários e faturaram em torno de R$ 600 bilhões em 2013 (um valor aproximado, já que nem todas as empresas divulgam o faturamento).

TI, com 19 empresas listadas, é o segundo setor em número de premiadas, atrás apenas de  produção e manufatura, com 39. Quatro empresas listadas como telecomunicações estão também na  lista.

A reportagem do Baguete filtrou a participação do setor de TI.

Na categoria “Grande Porte”, que reúne 70 empresas com 1 mil ou mais funcionários, os três primeiros colocados são  Elektro, Caterpillar e Kimberly-Clark. Nos 20 primeiros, aparecem do setor de TI apenas Telefônica Vivo (11ª colocada) e Dell (14ª colocada).

Outras 40 empresas nessa categoria aparecem listadas por ordem alfabética, sem ranking. Esse grupo inclui Algar Telecom,  Atento, CI&T, GVT, Intelbras, Oracle e Teleperformance.

Na categoria  “Médio Porte – Multinacionais”, que reúne 30 empresas com entre 100 e 999 funcionários, a líder é o Google. Aparecem listadas com posições também a  Microsoft (8ª colocada) e SAS (9ª colocada).

Entre as premiadas em ordem alfabética estão Cisco,  PromonLogicalis, SAP Labs e ThoghtWorks.

Existe outra categoria para médio porte, esta exclusiva para empresas nacionais, nas quais a líder é a Acesso Digital, empresa de digitalização de documentos sediada em São Paulo.

Também aparecem listadas a Dextra (6ª colocada) e Radix (7ª colocada). Na lista geral estão Algar Mídia, Compugraf, Conquest One,  Elo Group,  Locaweb,  Take.net e Touch.

O levantamento da GPTW também tem rankings setoriais, com 20 empresas em cada um.

Em melhores do setor de serviços, lidera o Google, seguido da Acesso Digital (3º),  SAS (7º),  Dextra (8º),Telefônica Vivo (10º),  Dell (12º) e Radix (13º).

Em melhores do setor de indústria, a líder é a Caterpillar. O único citado do setor de TI, meio surpreendentemente, é a Microsoft (6º).

Em as melhores em qualidade de vida, a líder é a B&Q Energia, seguida por Dextra (4º), Acesso Digital (8º),  Compugraf (12º) e Google (13º).

Quando o assunto é quantidade de vagas abertas em % do total de funcionários, o setor de TI é destaque, com a Conquest One (64,9%) liderando.

Também são mencionadas a Touch (38,5%), Radix (30,9%), Movile (30,7%), Microsoft (26,6%), Algar Telecom (22,3%),  Acesso Digital (16,9%) e Promonlogicalis (16,8%).

Quando o assunto é as empresas que mais recebem currículos, a líder é de longe o call center Atento Brasil, com mais de 1 milhão de candidatos, o que é natural visto empresas do segmento são uma porta de entrada no mercado de trabalho. Chamam atenção a quantidade recebida pelo Google (88.396) e  Telefônica Vivo (78.058).

Quando o assunto é concentração, a líder é de novo a Atento (83.457). Outras empresas com operação de call center aparecem na lista: Teleperformance (13.553); GVT (7.956);  Telefônica Vivo (4.292).

Em termos de promoções sobre o número total de funcionários, lidera a Elo Group (91,1%). Estão listadas Acesso Digital (51,7%), CI&T (36,7%), Teleperformance (33,5%), Dextra (30,6%),  SAP Labs (25,3%),  Conquest One (21,6%) e Locaweb (20,5%).

A lista das que treinam melhor, compilada com base na % de funcionários que se disseram satisfeitos com os treinamentos, é liderada pela Elektro (98,1%) seguida por Compugraf (97,3%); Google (95,19%); Acesso Digital (91,8%); e Microsoft (90,6%).

As empresas com mais jovens, na qual foi listado a % de funcionários com até 25 anos de idade, tem uma boa participação da área de TI.

O líder é o McDonald's, tradicionalmente um empregador de adolescentes, com 87% do total de funcionários com menos de 25 anos. 

Da área de tecnologia aparecem Elo Group (49,4%); Atento (49,3%);  Touch (46,2%);  Dextra (39,6%); Teleperformance (38,93%); Locaweb (36,48%); Take.net (35,5%).

A maior participação do setor de tecnologia é em empresas com alto número de empregados com ensino superior.

O líder desse sub-ranking é o Google (99,5%) seguido por Oracle (97%); Cisco (94,6%); CI&T (92,8%);  Microsoft (86,9%); SAS (86,3%);  ThoughtWorks (81,7%); Elo Group (80,4%); Touch (79,3%); Promonlogicalis (79%); Movile (77,3%);  e Dextra (73,9%).

Quando o assunto é participação feminina, no entanto, o setor é o que se espera. Só aparece na lista a Algar Mídia, com 62,5% de mulheres.