Marcelo Szuster, CEO da Dti digital. Foto: divulgação.

Nesse momento, mais do que em todos os outros, precisamos pensar diferente. É necessário sermos criativos, adaptáveis. Precisamos pensar em como entregar valor real para os clientes no contexto atual. Por isso, listo como alguns princípios ágeis podem ajudar a aumentar a produtividade no trabalho remoto e entregar valor mesmo à distância.

Com a crise da Covid-19, estamos vivendo um exemplo muito claro do famoso Mundo VUCA.

No início de 2020 pensamos que teríamos uma pandemia que pararia tudo (Volatility)? Sabemos como será a situação das cidades na semana que vem (Uncertainty)? Conseguimos analisar os efeitos no mundo causados por esse vírus (Complexity)? Existe apenas uma visão certa ou errada sobre o que está acontecendo e como devemos proceder (Ambiguity)?

Grandes empresas ainda mantém seus profissionais trabalhando de casa. E, com essa mudança na rotina, muitas pessoas que sempre tiveram o sonho do home office, vêm passando por dificuldades e refletindo sobre o seu processo produtivo.

As questões são inúmeras mas uma constatação é certeira: se, trabalhando de casa, continuarmos agindo da mesma forma como fazemos no escritório, o nosso trabalho não vai fluir.

Estamos em um ambiente sem a mesma infraestrutura do escritório, distante dos nossos colegas de trabalho, dividindo espaço com a nossa família, entre outras disputas de atenção. E o que agilidade tem a ver produtividade no trabalho remoto?

No manifesto ágil, temos valores e princípios que são muito aplicáveis nessa realidade cada vez mais incerta, em que a entrega de valor é cada vez mais importante, mas difícil de acontecer em alguns casos.

Dos 12 princípios ágeis, podemos falar de cinco bem úteis para produtividade no trabalho remoto.

Comunicação: Se já tínhamos problemas de comunicação dentro do escritório, provavelmente a distância só os aumentará. Não podemos levantar da cadeira e ir na mesa do colega pedir alguma ajuda, perguntar sobre alguma demanda, conversar sobre o andamento de um projeto.

Evite usar apenas e-mails como forma principal de comunicação! Se quer ser assertivo, ligue pelo celular, chame para uma reunião online, mande uma mensagem no canal interno. O e-mail vai cair em uma caixa lotada e acabará perdendo o timing. Em casa, o acesso a todos os canais de informação é facilitado.

Autoavaliação: Uma das frases mais ditas ultimamente é “Nessa quarentena, estou trabalhando mais do que nunca”. Essa situação pode estar acontecendo porque em casa temos mais concentração do que no trabalho, já que não existem tantas distrações externas.

Mas atenção: não confunda mais horas trabalhadas com mais tempo produtivo. Não adianta trabalhar durante 12 horas seguidas e chegar no fim do dia sem ter gerado nenhum valor concreto para o seu cliente.

Agora, se está precisando de mais horas para fazer o seu trabalho, uma dica é tentar perceber o que está te atrasando e eliminar essas situações.

Determine um horário para acordar, tome café e banho. Se possível, vá para um canto da sua casa mais tranquilo e converse sobre seus horários e reuniões com as pessoas que moram com você. Organização e autoavaliação é fundamental. 

Frequência: Mais um princípio ágil essencial no trabalho físico que deve ser ainda mais incentivado no trabalho remoto. Os “encontros” semanais de planejamento dos próximos passos e as reuniões diárias de andamento dos projetos podem ser bons aliados na busca por transparência e manter a frequência desses ritos é fundamental.

Nestes encontros é importante que as pessoas falem de suas dificuldades, barreiras, processos, conclusões e peçam ajuda se necessário.

Organização: Se ainda não atualizou seus direcionamentos para o novo contexto de Coronavírus, pode ter dificuldade de continuar gerando valor real para o seu cliente. Orientações claras pensadas pelo time e que façam sentido especialmente nesse período são essenciais para manter a relevância de quem paga pelos seus serviços.

Organize-se para conseguir passar os feedbacks e novos direcionamentos mesmo à distância. Quando o time conseguir cumprir as tarefas, reconheça, inclusive se você não for uma liderança. Não é porque estamos longe que devemos deixar de comemorar as conquistas e continuar motivando o time.

Motivação: Trabalhar alinhado com o seu time é essencial. Para manter a comunicação remotamente com os seus colegas de trabalho podemos lançar mão de várias ferramentas como Trello, Mural, Draw.io.

Mas, esses softwares não resolvem os problemas de alinhamento. O que resolve esse tipo de problema são as pessoas. Em trabalho remoto, o propósito tem que estar ainda mais difundido. Propósito tem a ver com cultura e com motivação. E, inserir essas questões nos times não é dever só do RH e sim do próprio time. 

Vamos aproveitar esse momento para percebermos o que é desperdício no seu trabalho convencional e o que é realmente necessário para você gerar valor para o seu cliente, afinal, é isso que importa.

O mindset ágil nunca foi tão necessário quanto agora, muitas de suas ferramentas e frameworks são de grande valor trabalhando à distância. Nos cabe saber adaptar e manter essas práticas em diferentes contextos. 

*Por Marcelo Szuster, CEO da Dti digital.