Alibaba chega arrebentando em Wall Street. Foto: divulgação.

A oferta pública de ações do Alibaba, gigante chinês da internet, já era aguardada como uma possível abertura de altos valores na bolsa de Nova York. Entretanto, os resultados da oferta, realizada nesta sexta-feira, 19, bateram recordes, na provavel maior abertura de vendas de ações da história.

A empresa iniciou a oferta com ações custando US$ 68, mas não demorou muito para que elas subissem para até US$ 99 e depois se estabilizarem na casa dos US$ 92. Com este valor, os valores totais negociados chegaram a patamares acima dos US$ 22 bilhões, podendo chegar a US$ 25 bilhões.

Com isso, a empresa chinesa já chega ao mercado norte-americano com um valor de mercado estimado em US$ 220 bilhões, ficando na frente de rivais expressivos como Facebook (US$ 200 bilhões) e Amazon (US$ 150 bilhões).

Segundo dados da Forbes, a empresa já figura em 14º entre as mais valiosas na bolsa de Nova York. Do segmento de tecnologia e internet, apenas Apple (US$ 609,5 bilhões), Google (US$ 404 bilhões) e Microsoft (US$ 384,6 bilhões) valem mais.

Para analistas, a chegada triunfal à Wall Street é o perfeito cartão de visitas para que a Alibaba se estabeleça como uma força da internet também nos Estados Unidos. Segundo Jack Ma, o dinheiro levantado nesta oferta será usado para expansão global no ocidente.

Na Ásia, o Alibaba já não tem mais o que provar. A empresa é a maior potência do país, com soluções que vão desde sites, serviços online até plataformas de e-commerce e aplicações de pagamento eletrônico. Em 2013 a empresa movimentou US$ 170 bilhões, valor maior que os de Amazon e eBay combinados.