Viagens corporativas são o negócio da Concur. Foto: wang song / Shutterstock

A SAP comprou a Concur, uma empresa americana de software em nuvem para administração de despesas e viagens corporativas por US$ 8,3 bilhões nesta quinta-feira, 18.

A multinacional alemã colocou a mão no bolso naquela que é a sua maior aquisição de uma empresa de SaaS, pagando um prêmio de 20% sobre o valor de fechamento dos papéis da empresa no dia anterior. 

A US$ 129 por ação, o valor é próximo da máxima histórica das ações em US$ 130, atingida em setembro depois de dois anos de alta. Rumores indicam que a Oracle estava de olho na compra, o que pode justificar o preço. 

O mercado, no entanto, não reagiu bem à gastança, e as ações da SAP caíram 3%.

A Concur foi fundada em 1993 e tem uma base de 23 mil clientes, 4,2 mil empregados e vendas ao redor de US$ 700 milhões. Ao todo, a empresa tem 12 milhões de usuários, o que leva o total de usuários cloud da SAP para 50 milhões.

Para a Forbes, a questão agora é ver se aquisição consegue colocar o negócio de cloud da SAP “de volta nos eixos”, uma vez que a compra da Success Factors “parecia uma compra transformativa no começo, mas tropeçou um pouco”.

A SAP pagou US$ 3,4 bilhões pela empresa de gestão de capital humano em cloud no final de 2011, no seu maior negócio na área até então (o prêmio na ocasião passou dos 50%).

Muitos executivos da Sucess Factors acabaram deixando a companhia, incluindo o CEO, Lars Dalgaard.

Para a subsidiária brasileira da SAP, a aquisição da Concur representará também o desafio de estabelecer uma presença no país para a empresa.

No seu site, a Concur lista presença em 20 países, incluindo o Brasil. O site em português, no entanto, traz apenas informações genéricas.

Não há um endereço de escritório e o telefone de contato para brasileiros é um 0800. Uma busca no Linkedin não revela nenhum funcionário brasileiro.

Quando foi adquirida, a Success Factors estava um pouco mais adiantada por aqui, com um escritório em São Paulo e uma dezena de clientes.

Mesmo assim, a chegada ao mercado brasileiro do software foi lenta. Os primeiros canais da SAP a começar a vender o produto foram anunciados em 2013, incluindo Cast, Grupo ASSA, Red&White IT Solutions e ITS Group. A FH entrou na lista neste ano.