Chamada da Fapesp busca projetos de pesquisa sobre visão computacional aliada à IA. Foto: Pixabay.

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e a Microsoft Brasil abriram uma chamada de propostas para seleção e apoio a projetos de pesquisa sobre visão computacional aliada à inteligência artificial. 

O edital irá selecionar ideias de ferramentas com aplicação em frentes como mobilidade urbana, segurança pública e industrial e de infraestrutura. 

O valor compartilhado pelas duas partes para apoio por até quatro anos a projetos selecionados, desenvolvidos em cooperação, pode chegar a R$ 4,5 milhões.

As áreas de interesse comum nesta chamada são: análise de vídeos e imagens para reconhecimento de ações, rastreamento de objetos, análise de multidões, detecção de pessoas e segmentação de objetos.

As propostas devem ser apresentadas por pesquisadores ligados a instituições de pesquisa e ensino superior públicas ou privadas no estado de São Paulo até 11 de dezembro de 2017. Os resultados serão divulgados em 11 de maio de 2018.

“A colaboração com a Microsoft é uma das mais antigas e profícuas da Fapesp. A empresa valoriza a pesquisa avançada e tem atividades próprias intensas, garantindo uma colaboração efetiva. Nesta chamada de propostas de pesquisa a temática em visão computacional aliada à inteligência artificial se relaciona muito bem com o interesse da FAPESP em temas relacionados à manufatura avançada”, afirma Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da Fapesp. 

A chamada está prevista no segundo Acordo de Cooperação Científica e Tecnológica entre Fapesp e Microsoft, assinado em 2012. O financiamento aos projetos selecionados será feito de acordo com as normas do Programa Fapesp Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE), voltado para o desenvolvimento de produtos e processos de alta tecnologia em parceria com empresas.

“A Microsoft enxerga o apoio à pesquisa como um elemento-chave para o desenvolvimento do país. Essa é uma iniciativa muito importante para fomentar a pesquisa científica de ponta que, no futuro, vai promover avanços em questões cruciais para a sociedade por meio do uso de Inteligência Artificial”, afirma Luiz Pires, diretor do Laboratório de Tecnologia Avançada da Microsoft Brasil. 

A seleção das propostas leva em consideração pareceres sobre o mérito das propostas feitos por especialistas não vinculados à Fundação, em atividade no Brasil e no exterior.

A Fapesp e a Microsoft firmaram o primeiro acordo para cooperação em pesquisa em dezembro de 2006. Em oito chamadas de propostas anteriores, foram selecionados e apoiados 21 projetos colaborativos.