GOVERNO

Continuidade na Softex: presidente e VP reeleitos

19/09/2019 08:45

Ruben Delgado e Diônes Lima seguem nos seus cargos por pelo menos mais dois anos.

Ruben Delgado e Diônes Lima.

Tamanho da fonte: -A+A

Ruben Delgado e Diônes Lima, respectivamente presidente e vice-presidente da Softex, OSCIP focada na promoção do setor de software brasileiro, foram reeleitos para permanecer nos seus cargos por mais dois anos.

A decisão se deu durante a reunião do conselho de administração da Softex, que aconteceu durante o Rio Info, evento promovido pela Riosoft, um dos agentes regionais da Softex.

Delgado já preside a Softex desde 2011 e Oliveira está no seu cargo desde 2015.

A continuidade não era tão óbvia, uma vez que o controle do Conselho de Administração passou em junho para o deputado federal Marcos Pereira (PRB-SP).

Pereira é presidente do PRB e um dos expoentes da bancada evangélica no Congresso Nacional. 

O novo presidente do conselho da Softex tem experiência administrativa dentro de empresas ligadas à Igreja Universal: foi vice presidente da Rede Record e diretor do diretor do Banco A.J. Renner S/A.

O conselho que elegeu Pereira e agora reelegeu Delgado e Oliveira combina representantes de órgãos de governo ligados à ciência e tecnologia, como a Finep e Ministério de Ciência e Tecnologia, representantes de entidades do setor como Assespro e SBC, além dos operadoradores regionais da Softex, como a Riosoft, Senai Londrina e Softex Recife.

A Softex é um remanso relativamente tranquilo da máquina pública federal, mas nos últimos tempos isso não é garantia de nada. 

Basta ver o caso da Apex, agência que atua em um modelo parecido com a Softex, mas visando a economia em geral: desde o começo do governo Bolsonaro, a Apex já teve três presidentes, derrubados em meios de celeumas públicas e histórias bizarras.

Veja também

ESTATAIS
Serpro: mercado privado e IPO

Presidente do Serpro anunciou planos ousados em entrevista à Reuters.

PARE
Assespro contra os planos do Serpro

Para entidade, estatal de TI está se metendo onde não deve com planos na iniciativa privada.

REFORÇO
Glória Guimarães, ex-Serpro, é VP da Capgemini

Multinacional francesa contrata executiva de peso para a área de financial services.

MARINGÁ
Rael, ex-SbM, assume inovação na prefeitura

Profissional estava na entidade de TI há seis anos.

BRASÍLIA
Marcos Pereira, do PRB, preside conselho da Softex

Pereira é um dos expoentes da bancada evangélica no Congresso Nacional.

BRASÍLIA
Apex: hacker japonês espiona presidente?

Presidente demitido de caótica agência estatal acha que era espionado por hacker.

PARANÁ
Software by Maringá ganha terreno no Parque de TI

Entidade representativa de empresas de TI terá espaço em futuro parque tecnológico.

SINAL DOS TEMPOS
Acabou a Cebit, super feira de TI

Feira de tecnologia que marcou época foi cancelada, em meio a queda de público e desinteresse de expositores.

GARAGEM
BNDES monta programa de startups

O BNDES vai escolher uma aceleradora para operar um programa com orçamento de R$ 10 milhões.

SOFTEX
Londrina: ação visa internacionalização

Duas empresas serão selecionadas para participar do evento do mundial do Gartner, em Orlando.

PLANOS
Maringá fomenta exportação de TI

A Software by Maringá apoiará a internacionalização de 10 empresas de TI sediadas na cidade.