Em um mês, 1 milhão de conversas e 14 milhões de mensagens foram trocadas pelo canal do Reclame Aqui no WhatsApp. Foto: Pexels.

O Reclame Aqui implementou o WhatsApp Business com apoio da Infobip. Com isso, o portal abriu mais um canal de reclamações para usuários, além de aplicativo e site. 

Atualmente, cerca de 200 mil usuários já utilizam o WhatsApp para suas reclamações. 

Maurício Vargas, CEO do Reclame Aqui, decidiu apostar na ferramenta para atingir um público que ainda não fazia reclamações no portal do Reclame Aqui. 

"Muitos usuários não têm um celular capaz de rodar nosso aplicativo, e acabam desistindo de fazer reclamações justamente por não dispor de um canal disponível para isso. Não é prático para o usuário voltar para casa, abrir o computador, entrar em nosso portal e, enfim, reclamar", comenta o executivo.

Em um mês de WhatsApp Business, 1 milhão de conversas e 14 milhões de mensagens foram trocadas pelo canal. Mais de 750 mil consumidores diferentes utilizaram o WhatsApp para efetuar reclamação, o que representou aumento de 20% na base de cadastros do Reclame Aqui. 

Além disso, o número de reclamações aumentou para 4 mil por dia – crescimento de 12%. 

Agora, a Reclame Aqui pensa em expandir o serviço para outros países. 

"Pensamos em entrar na Europa, talvez em Portugal, Espanha e Itália. Depois, chegaremos à Índia e ao México e a toda América Latina", afirma Vargas.

A lnfobip opera uma plataforma própria de mensageria e comunicação projetada para conectar operadoras de redes móveis e empresas. A companhia tem escritórios em seis continentes.