DISTRIBUIÇÃO

Rio Vermelho automatiza logística com OnBlox

19/11/2020 10:18

Rede reduziu a equipe de recebimento pela metade e cortou o tempo de execução em cerca de 30%.

Fundado em 1977, o grupo Rio Vermelho possui três centros de distribuição com 15 mil m². Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

O Grupo Rio Vermelho, rede goiana de supermercados, atacarejo e distribuição, adotou a solução Warehouse Management System (WMS), da OnBlox, empresa do Grupo Máxima, para automatizar e controlar seus processos logísticos.

Até então, a companhia separava os produtos de forma manual, com a emissão de um relatório impresso e, diante da grande demanda diária, sentiu a necessidade de otimizar seus processos e reduzir os erros e o tempo de execução das atividades.

Com a escolha da OnBlox, que disponibiliza uma plataforma para ser implementada em fases, o grupo pôde adquirir cada parte da solução de acordo com as suas necessidades. 

Atualmente, o trabalho é executado com celulares, utilizando a funcionalidade de voice picking dentro da própria aplicação, disponibilizada na nuvem, que executa a separação de mercadorias por comando de voz.

Outra mudança promovida pela solução envolve a entrada das mercadorias no centro de distribuição. 

Sem um software logístico, a conferência dos produtos era realizada no momento da entrada no box. Com o WMS, os itens podem ser recebidos e armazenados na mesma etapa, o que permite rastrear o processo e evitar divergências de produtos.

Por conta da etapa de recebimento das mercadorias, que passou a realizar duas fases em um só momento, o grupo reduziu a equipe de recebimento pela metade, direcionando as pessoas para atividades mais estratégicas. 

Além disso, conseguiu reduzir os gastos com papel e ganhar agilidade nos processos, com um corte de cerca de 30% do tempo de execução das atividades.

Com a ferramenta, os gestores ainda conseguem enxergar a operação e os problemas em tempo real, além de obter indicadores de performance da equipe. A qualquer momento, é possível saber como está o centro de distribuição e sua ocupação, o que tem de ociosidade e quais produtos estão próximos do vencimento, por exemplo.

“A adoção de um software logístico aprimora as estratégias, que se tornam mais assertivas, melhorando a produtividade da equipe, reduzindo custos e erros”, afirma Fabrício Santos, diretor executivo da OnBlox.

A OnBlox faz parte do Grupo Máxima, holding criada em 2018 após uma sequência de aquisições realizadas no mercado para atender os processos que envolvem a cadeia de abastecimento.

Com as empresas Tecnomix, OnNet System, MáximaTech, LifeApps e Onblox, as soluções do grupo somam 80 mil usuários em cerca de 1,5 mil clientes em todo o território nacional.

Fundado em 1977, o grupo Rio Vermelho conta com mais de 2,5 mil funcionários e 30 mil clientes ativos, além de uma sede com 50 mil m² e mais três centros de distribuição com 15 mil m². A empresa possui uma frota de mais de 300 veículos próprios e mais de 100 terceirizados.

 

Veja também

IMPORTADORA
Grupo Level: gestão logística com Lincros

Com solução, empresa registrou 80% de redução nas inconsistências identificadas nas faturas.

PORCELANAS
Oxford gere operação logística com Lincros

Solução está apoiando a gestão de cerca de R$ 20 milhões em conta frete ao ano.

CONTRATAÇÃO
Soluciona Logística tem novo head de tecnologia

Americo Jardin tem mais de 20 anos de carreira e era gerente de TI da Hope Lingerie.

FUTURO
TI aplicada à logística: tendências e a revolução 4.0

A base do modelo é tecnológica, mas mais do que tecnologia, é preciso mudança de modelo mental, de negócios e cultural.

PLÁSTICO
Grupo Copobras gere logística com Lincros

Companhia possui unidades em seis estados das regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Norte.

ESTRADA
BBM Logística adota S/4 Hana

Projeto com tecnologia da SAP liderado pela Cast tem intenção de facilitar fusões da empresa de transportes no futuro.

TRANSPORTE
Cacau Show gere logística com Lincros

Empresa passa a contar com sistemas de roteirização, gestão e auditoria de fretes.

NORTE
Grupo Tapajós: fluxo de compras e distribuição com Neogrid

Com o novo processo de reposição de produtos, rede projeta abrir 40 novas farmácias em 2021.

CONTRATAÇÃO
Agis Distribuição tem novo diretor comercial

Paulo Renato Fernandes, ex-Kodak Alaris, também atuou nas empresas Lenovo, Symantec e Tech Data.

E-COMMERCE
Amazon terá CD no Rio Grande do Sul

Depois de perder o Mercado Livre, estado pode dar a volta por cima. Será que agora vai?