SAÚDE

Paraná Clínicas adota biometria facial

19/12/2018 14:48

O projeto foi idealizado pela equipe de TI e construído em parceria com a MPS Informática.

A biometria facial permite ao paciente realizar o check-in por meio dos totens de autoatendimento. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Paraná Clínicas adotou um sistema de biometria facial para realizar a validação do atendimento dos pacientes em todas as unidades próprias da instituição. 

O projeto foi idealizado pela equipe de TI da Paraná Clínicas e construído em parceria com a MPS Informática, empresa especializada no desenvolvimento de softwares com sede em Curitiba. 

De acordo com a empresa, a maior parte das operadoras de saúde hoje utiliza as digitais do paciente ao implantar algum sistema de biometria.

Com a nova tecnologia, a Paraná Clínicas espera reduzir o tempo de espera para check-in nos Centros Integrado de Medicina (CIMs).

O novo sistema passou por uma fase de testes de três meses no CIM Água Verde, em Curitiba. Dos 100 mil clientes da Paraná Clínicas, mais de 30 mil já estão habilitados para utilizar a biometria facial e realizar o check-in por meio dos totens de autoatendimento. 

“O projeto foi desenvolvido em duas fases. Na primeira, disponibilizamos apenas a plataforma de coleta das imagens para as atendentes, com câmeras nos guichês da recepção. Depois de uma parte coletada, desenvolvemos os totens com biometria facial”, explica Givanildo Costa, gerente de tecnologia da informação da Paraná Clínicas.

O principal objetivo é facilitar o acesso aos serviços de saúde da operadora. 

“Não vai substituir o atendimento presencial, mas complementar o que já existe. Ganharemos muita agilidade e mais qualidade dentro dos nossos CIMs”, completa. 

Com os totens em pleno funcionamento nas unidades próprias da operadora no Água Verde, CIC, Araucária e São José dos Pinhais, a gerência de atendimento espera habilitar a biometria facial para 50 mil usuários até janeiro.

Depois que toda a carteira de clientes constar no banco de dados da Paraná Clínicas, o sistema de check-in facial poderá ganhar funções adicionais. 

“É um ponta pé inicial para outros serviços baseados em autoatendimento, como o agendamento de consultas e a retirada de exames”, indica o gerente de TI. 

Com 48 anos de atuação no mercado, a Paraná Clínicas conta com sete unidades próprias, chamadas de Centro Integrado de Medicina: CIM Água Verde; CIM Araucária; CIM CIC -24h; CIM Fazenda Rio Grande; CIM Rio Branco do Sul; CIM São José dos Pinhais; CIM Unidade Infantil - 24h (ao lado do Hospital Santa Cruz) e Hospital Dia (anexo ao CIM Água Verde). 

Veja também

AEROPORTO
Uruguai tem embarque biométrico

O país é pioneiro na América do Sul na aplicação do sistema.

STARTUP
FullFace recebe aporte de R$ 5 milhões

A empresa paulista é a sexta a receber um investimento do fundo Primatec.

SEGURANÇA
Avante busca proteção anti-fraude com IdWall

O contrato com a Avante envolve Validação de Documentos, Background Check e Face Match.

FACES
SPC usa biometria da Acesso Digital

O SPC vai oferecer a tecnologia para os seus clientes com o nome SPC Reconhecimento Facial.

CARREIRA
Idemia tem novo líder na América Latina

Marcelo Bellini Garcia ocupou posições de liderança na antiga Morpho por 20 anos.

SEGURANÇA
Ingresso Rápido adota biometria facial

A empresa está em fase de implementação de um sistema de biometria facial da Acesso Digital.