A ADASA acompanha, regula e fiscaliza o ciclo completo do uso da água. Foto: Boris Bulychev/Shutterstock

A eWave do Brasil acaba de fechar contrato com a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (ADASA). O contrato tem duração de 12 meses e valor de R$ 1,2 milhão.

Em publicação no Diário Oficial da União, a multinacional de TI foi declarada vencedora do processo licitatório para contratação de serviços técnicos especializados para desenvolvimento e melhorias de sistemas, envolvendo a modelagem do negócio, especificação de requisitos, desenho do sistema, codificação e implantação.

A eWave tem outros contratos com o governo. Em julho de 2014, a eWave fechou um contrato com o Conselho Nacional do Ministério Público, órgão responsável por executar a fiscalização administrativa, financeira e disciplinar do Ministério Público (MP) e de seus membros. O contrato tem duração de um ano e foi fechado em R$ 288 mil.

Já no final da 2012, a empresa fechou um contrato de R$ 1,221 milhão com o Banese - Banco do Estado de Sergipe. Com duração de 12 meses a contar deste mês, o acordo envolveu serviços de consultoria de TI, incluindo suporte e administração do ambiente SOA/BPM com ferramentas IBM WebSphere.

Parte da multinacional israelense The eWave Group, a empresa atua desde 2006 e possui escritórios em Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Salvador e São Paulo. A companhia cresceu 40% em 2013 e pretendia atingir R$ 60 milhões em 2014. 

A ADASA é a agência reguladora e fiscalizadora do Distrito Federal, foi criada em 2004.

O Distrito Federal tem atribuições de estado e de município. Essa característica torna a ADASA a única agência reguladora do Brasil que atua na regulação simultânea do bem natural água (atribuição do estado) e dos serviços de saneamento básico (atribuição do município). 

A ADASA acompanha, regula e fiscaliza o ciclo completo do uso da água, com especial atenção na sua retirada e na devolução ao corpo hídrico.