CEF e BB abrem mega data center em Brasília. Foto: Flickr.com/lekom/8522209291

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil inauguram nesta quarta-feira, 20, um data center conjunto em Brasília, com investimento de R$ 322 milhões.

Batizado de Complexo Datacenter Capital Digital, o espaço é a primeira parceria público-privada (PPP) na modalidade de Concessão Administrativa do Governo Federal, e prevê garantir estrutura para os próximos 15 anos, para ambos bancos.

Além do investimento feito na construção e instalação do complexo, CEF e BB também projetam aporete de mais R$ 900 milhões nos próximos 15 anos em despesas de co-location de computadores e redes de comunicação.

Outra meta divulgada é de investir R$ 2 bilhões na aquisição de equipamentos de TI.

O data center tem 5,2 mil m² de piso elevado. Já a área total construída é de 25 mil m².

Da estrutura, a proporção de uso será de 80% para o Banco do Brasil e 20% para a Caixa.

Os prédios do complexo já receberam classificação Tier 4, a máxima concedida pelo Uptime Institute para segurança de data centers, e contam com geração própria de energia elétrica de contingência com autonomia de 48 horas sem reabastecimento.

A estrutura possui também geradores de energia elétrica com potencial para suprir uma cidade de até 60 mil habitantes, utilizando até 20% de biodiesel.

Ao todo, foram usados mais de 100 km de fibra óptica para a estrutura brasiliense.
PPP

A parceria público-privada firmada para abertura do espaço é do tipo concessão administrativa, e não envolve a compra dos equipamentos de TI, apenas da infraestrutura de geradores, ar-condicionado, no breaks e outros.

A PPP também garante serviços de data center similar a uma co-location por um período de 15 anos, com serviços de infraestrutura predial específicos, energia elétrica, água, sistema de detecção e combate a incêndios e serviços condominiais como vigilância, limpeza, portaria e controle de acesso.

CENTRO TECNOLÓGICO CEF
Além do data center, a CEF também anuncia a construção em Brasília do Centro Tecnológico Caixa (CTC), orçado em R$ 119 milhões.

A obra será integrada ao data center aberto em parceria com o Banco do Brasil, permitindo a implementação de redundâncias e planos de recuperação de desastres.

A conclusão do prédio está prevista para o fim deste ano, e as migrações de serviços serão finalizadas até o primeiro trimestre de 2015.