Kevin Lynch é da Apple agora. Foto: divulgação.

A Apple "roubou" o chefe de tecnologia (CTO) da Adobe, o expert em computação na nuvem Kevin Lynch, em busca de nova energia para inovar suas aplicações de nuvem e sistemas operacionais.

A notícia da saída de Lynch acontece no mesmo dia em que a Adobe divulga seus resultados financeiros do trimestre, reportando queda na receita de 4% e queda de 65% no lucro líquido comparado com o ano anterior.

Segundo o jornal Financial Times, Lynch largou a Adobe para assumir o cargo de vice-presidente de tecnologia da empresa fundada por Steve Jobs, trabalhando no time de Bob Mansfield, que lidera a divisão wireless e de semicondutores da empresa.

Kevin também era proficiente em desenvolvimento da plataforma Flash, curiosamente uma das linguagens não suportadas pelo iPhone, que resolveu adotar o HTML5.

A Adobe divulgou nesta terça-feira, 20, o pedido de demissão de seu funcionário, que saiu para "buscar outras oportunidades".

A empresa anunciou que não substituirá Lynch no cargo de CTO, e em declaração oficial por email, destacou que "o desenvolvimento de tecnologias será responsabilidade dos líderes de cada área de negócios que se reportam ao CEO, Shantanu Narayen".

NOVO TRABALHO

O veterano na Adobe chega à Apple para desenvolver aplicações de multitela, nuvem e computação social, segundo destacou o mesmo em sua página do LinkedIn.

A chegada de Lynch faz parte de uma mudança representativa no setor de inovação da Apple, um processo iniciado no final de 2012, depois de malfadadas tentativas de novos apps, como o errático Maps do iOS 6.

De acordo com o Financial Times, a Apple ainda luta para tornar popular o uso de suas ferramentas de inteligência - como a assistente virtual Siri - e seus aplicativos de sincronização de dados - campo em que ainda perde para o seu rival do Android, o Google.

Quanto à falta de inovação tecnológica por conta da Apple, o presidente da Blackberry, Thorstein Heins, deu recentemente uma cutucada da empresa de Cupertino.

Segundo destaca o Cult Of Mac, o executivo disse em entrevista que a empresa de Cupertino está ficando para trás com rivais como o Android e o próprio Blackberry 10, lançado em janeiro.

“A Apple fez um trabalho fantástico ao trazer os aparelhos touch ao mercado...Fizeram um trabalho fantástico com a interface de usuário, eles são um ícone do design”, afirmou.

Depois, o executivo completou dizendo que o mercado não “perdoa” e criticou a interface do iOS, afirmando que Apple não se atualizou desde que criou o sistema, há cinco anos atrás.

Heins inclusive citou o caso de sua própria empresa, que foi de líder do mercado de smartphones para a quarta colocação - atrás do Android, iOS e Windows Phone - em pouco tempo.

“A história se repete novamente eu acho...a taxa de inovação é tão alta na nossa indústria que se você não inova a essa velocidade, pode ser substituído muito rapidamente", corneteou.