Instituto Mauá aposta no RFID. Foto: divulgação.

O Instituto Mauá de Tecnologia, escola com unidades em São Caetano do Sul e São Paulo, anunciou a inclusão da disciplina de Rádiofrequência (RFID) no currículo de suas aulas.

A medida, realizada através de uma parceria com a GS1 Brasil – Associação Brasileira de Automação, tem o objetivo de levar mais conhecimentos sobre RFID aos alunos do último ano de graduação de Engenharia de Controle e Automação, Elétrica e Eletrônica.

Durante o primeiro e segundo semestres, os estudantes aprenderão os princípios básicos e padrões da radiofrequência. Também terão aulas sobre RFID avançado, com conteúdo que inclui os princípios da tecnologia, as aplicações, características, padrões e oportunidades de negócios com o EPC/RFID.

Conforme explica Patrícia Amaral, assessora de Soluções de Negócios da GS1 Brasil, também serão detalhados os componentes do padrão EPC e algumas iniciativas nacionais e internacionais de implementação da tecnologia.

"A parceria da GS1 Brasil com o Instituto Mauá é importante, pois o aluno já sai com uma preparação diferenciada para o mercado, que sofre com a escassez de profissionais especializados nesta área", diz a executiva.

Na prática, cada vez mais empresas do mundo adotam o RFID em processos de grande escala para melhorar a eficiência, aumentar a visibilidade e alcançar outros benefícios de negócios significativos.

De acordo com estudos da Universidade de Arkansas, o RFID pode aumentar a precisão do inventário entre 17% e 27% e otimizar em 96% o tempo e esforço de contagem de ciclo.