As empresas pretendem criar novos produtos. Foto: flickr.com/photos/ksayer

A Publicis Groupe anunciou nessa segunda-feira, 19, uma parceria com o Facebook para co-criar produtos com dados, vídeos e imagens.

O acordo, considerado o maior contrato feito entre uma holding de publicidade e uma empresa de tecnologia, não teve valores divulgados. Fontes ouvidas pelo Advertising Age acreditam em valores na faixa dos R$ 500 milhões.

As empresas pretendem criar novos produtos ligados à área de publicidade, denominados anúncios customizados, para atender os clientes das agências. Um exemplo foi a criação de uma unidade de anúncio de perguntas e respostas pelo Facebook e Leo Burnett Chicago, em 2011.

Além disso, a iniciativa deve reunir todas as agências de mídia da rede, como a Starcom MediaVest e Zenith Optimedia, bem como agências digitais do grupo, como Digitas, Razorfish e Rosetta. Essas agências e seus clientes – P&G, Verizon, Walmart e Coca-Cola entre eles – receberiam vantagens e benefícios nas negociações de mídia que incluem o Facebook.

Por enquanto, o contrato tem foco na América do Norte, mas ambas partes dizem que planejam discutir expansão global ao longo do caminho.

Facebook e Publicis não especificaram componentes e funcionalidades que passarão a ser exclusivos da rede de agências de publicidade, mas afirmaram que o grupo contaria com apoio dos engenheiros e da tecnologia da rede para a criação de conteúdo e anúncios especiais.

“É a primeira vez que temos todos os diferentes elementos que permitem aos clientes alcançar uma escala significativa de 100 milhões de pessoas por dia nos Estados Unidos e que seja realmente a audiência que a marca pretende atingir”, disse Carolyn Everson, VP global de soluções de marketing do Facebook.

Fazem parte da rede da Publicis Worlwide as agências Publicis Brasil, Salles Chemistri, Publicis Red Lion, AG2 Publicis Modem, Publicis Dialog, Digitas, Razorfish, Talent e QG.