ATACADO DE ROUPAS

Brascol: segurança de produtos com RFID

20/06/2014 11:10

Necessidade era agilizar a logística, reduzir o tempo da expedição e automatizar o sistema de compra.

Brascol trabalha com vestuário infantil. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Brascol, uma das maiores atacadistas e distribuidoras de vestuário para bebês e infantojuvenil do país, investiu em uma solução de RFID para ter mais segurança nos processos de entrada e saída dos volumes comercializados.

A solução foi implantada nas suas lojas na capital paulista, no bairro do Brás, em projeto orientado pela GS1 Brasil e implantado pela Itag Tecnologia. O valor do investimento não foi aberto.

Segundo a atacadista, com alto volume de compra, venda, movimentação de carga e expedição de pedidos, a necessidade da Brascol era agilizar a logística, reduzir o tempo da expedição e automatizar o sistema de compra dos clientes.

Para adotar a solução, a Brascol investiu em equipamentos e softwares geradores de etiquetas inteligentes e personalizadas para os itens como vestuário, calçados, roupas de banho e puericultura tanto de fabricantes diversos quanto produtos da própria marca. 

Como parte complementar do projeto, a Itag implementou o sistema em todos os processos desde a entrada de produtos, a conferência das mercadorias, a contabilidade, a administração, a área de vendas, os caixas até a expedição.

“A GS1 também dá suporte para a ITAG e a Brascol ampliarem o uso do padrão global junto à sua cadeia de fornecedores, que atualmente utiliza uma codificação da Brascol. A ideia é que cada fornecedor faça uma identificação individual em seus produtos usando o padrão GS1, trazendo vantagens a todos os envolvidos na cadeia”, explica Wilson Cruz, assessor de negócios da Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil.

Com a mudança, a empresa já teve resultados em pouco tempo, estabelecendo históricos seguros para os produtos e eliminando perdas em função de manuseio inadequado e furtos. 

"Para se ter uma ideia, o tempo de venda hoje para uma compra de 300 itens é de 20 minutos, contra 60 minutos gastos pelo comprador antes da implantação da RFID", destacou a empresa em nota à imprensa.

Veja também

CONTROLE LOGÍSTICO
Holambra vai de RFID para distribuição

Tecnologia serve para reforçar o controle logístico de cerca de 1,1 milhão de embalagens.

RFID
Red&White: parceria com Global Technology

GTP estima um incremento de pelo menos 5% no faturamento ainda em 2014.

PRODUÇÃO
Volvo adota RFID da Confidex

Companhia optou por uma única solução para todo o processo de produção.

IMPRESSÃO INTELIGENTE
Schenker: outsourcing com Simpress

Empresa de logística adotou solução follow-you print, reduzindo desperdício de páginas impressas.