Kat Silberstein, diretora de desenvolvimento de negócios da Kemp América Latina.

A Kemp Technologies, empresa americana de hardware e software para balanceamento de servidores e de sites, quer ampliar seus negócios no Brasil constituindo uma rede de canais no país.

Os planos da empresa incluem contratar executivos locais para a área técnica e comercial em 2013, quando a companhia projeta chegar a oito revendas espalhadas pelo país.

“Crescemos acima de 130% em 2011, sendo quase 240% na Europa; estamos otimistas em relação ao Brasil já em 2012”, afirma Kat Silberstein, diretora de desenvolvimento de negócios da Kemp América Latina.

Os resultados atraíram investidores: um grupo investidor composto por Edison Ventures, Kennet Partners e ORIX injetou uma quantidade não revelada de capital na empresa, destinado a desenvolvimento de produtos e expansão internacional.

A Kemp tem 1 mil revendedores ativos ao redor do mundo atendendo a 8 mil clientes, mas ainda possui uma presença tímida no Brasil, onde até agora só tinha uma revenda em São Paulo.

De acordo com Kat, grandes organizações como o data centers Alog e UOLDiveo e a Globo estão testando os produtos, o que deve mudar esse quadro em breve.

Apesar dos grandes nomes, a diretora de desenvolvimento de negócios da Kemp América Latina afirma que os produtos da companhia podem atingir uma base bem mais ampla de consumidores.

“Qualquer pessoa que tenha um e-commerce instalado em um servidor pode se beneficiar da tecnologia”, garante Kat.