Camaleão: "Mudanças acontecem no mercado e na natureza". Foto: flickr.com/photos/pepemczolz/

A revenda baiana de soluções de CAD Algetec abandonou os produtos da SolidWorks e começou a vender a linha de soluções da Siemens PLM.

Revenda da Solidworks desde 1998, a empresa decidiu trocar de bandeira pelo que acredita ser um portfólio melhor de tecnologia no momento e mais estável no futuro.

“Com a chegada da tecnologia síncrona, o SolidEdge é um melhor produto de CAD que o SolidWorks, que tem ainda a questão pendente da migração do kernel para o Catia”, explica Genisson Coutinho, diretor da Algetec.

A migração mencionada por Coutinho é a troca do kernel Parasolid atualmente licenciado pela Siemens ao SolidWorks pelo equivalente do Catia, solução mais high end da Dassault Sytemes, multinacional francesa que comprou a fornecedora americana.

A compra foi feita em 1997 e nos últimos anos a SolidWorks tem sinalizado que uma migração deve acontecer, sem revelar exatamente datas ou características do novo software.

Apesar de todas as garantias que o novo SolidWorks seguirá em paralelo com o antigo, existe incerteza entre os usuários e a Siemens PLM tem explorado o fato para tentar converter a base do concorrente e sair da terceira colocação que ocupa atualmente no mercado.

O diretor da Algetec não revela a base total de licenças SolidWorks instalada pela companhia, apenas que considera “grande” um cliente com dez licenças instaladas

A Bahia não é um estado especialmente forte em empresas de manufatura e metal mecânica – no Sul, 10 licenças configuram um cliente de médio porte – mas um cliente com poucas licenças pode migrar com mais facilidade, destaca Coutinho.

A migração do canal pode causar mais estrago na medida em que a Algetec planeja começar a vender também nos vizinhos Ceará e Pernambuco.

No competitivo mercado de CAD, os grandes fornecedores mantém campanhas constante de assédio sobre os canais e migrações acontecem ciclicamente.

Uma das maiores aconteceu no Rio Grande do Sul, quando a SKA, que até 2006 trabalhava com a  Autodesk passou a vender Solidworks, levando consigo boa parte da base da companhia.