A Prefeitura Municipal de Cuiabá adotou o Colaborativo. Foto: Divulgação.

Com o objetivo de oferecer uma interface transparente na aprovação de projetos de engenharia, a Prefeitura Municipal de Cuiabá adotou o Colaborativo. A tecnologia de colaboração em nuvem é utilizada para os trâmites internos de aprovação e comunicação dos processos de construção com os munícipes e interessados.

Após um ano de uso da solução, a prefeitura registra o aumento de 50% na aprovação dos projetos.

Fornecida pelo Construtivo, a ferramenta informatizou todo o processo de troca de informações entre os autores dos projetos e a prefeitura. Antes, esse processo era iniciado com a impressão das plantas e envio das vias físicas à prefeitura, o que hoje é feito digitalmente.

“O responsável pelo empreendimento acessa o Colaborativo através do site da prefeitura e protocola a sua solicitação de aprovação de empreendimento juntamente com o carregamento do projeto e das informações complementares necessárias em formato digital”, explica o Secretário Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano de Cuiabá, Alan Resende Porto.

Com os dados cadastrados, através da tecnologia de workflow, o sistema distribui automaticamente as atividades aos fiscais, analistas e coordenadores até a liberação e assinatura do alvará.  

A Prefeitura Municipal de Cuiabá ainda pode registrar os requisitos não atendidos, guias de pagamento e devolver o processo ao interessado através dos recursos de colaboração existentes no sistema. 

Além de ser o canal direto de comunicação entre os envolvidos, a ferramenta permite à prefeitura controlar em tempo real os processos internos, como por exemplo, quantos documentos foram analisados pelos técnicos, quanto será gerado  de ISS e a previsão das obras.

Hoje, a Prefeitura de Cuiabá conta com dez analistas que realizam o processo de aprovação digital. 

“Como o sistema é on-line, conseguimos ter total visibilidade no tempo de aprovação dos projetos de cada analista, o que traz uma maior eficiência na fiscalização das atividades e, consequentemente, um menor tempo de análise”, explica Porto.

De acordo com o presidente do Construtivo, Marcus Granadeiro, a organização das aprovações na nuvem permite a disponibilização das informações em tempo real, garantindo total controle dos processos. 

“Através de um workflow que permite a inserção das exigências que não estão sendo atendidas pelas especificações técnicas, temos uma ferramenta de troca de informações entre o interessado e a prefeitura, o que melhora a comunicação entre os envolvidos e confere maior credibilidade ao órgão públicos”, explica o executivo.

A capital do Mato Grosso tem mais de 575 mil habitantes. Com um produto interno bruto de R$ 12,4 bilhões em 2011, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a cidade respondeu por 17,4% do PIB estadual.