Jaime de Paula.

A Neoway, empresa catarinense de big data e analytics, acaba de captar mais US$ 30 milhões com fundos de investimento, dessa vez junto ao Temasek, um dos mais renomados fundos de investimentos internacionais em tecnologia, com sede em Cingapura. 

O valor foi revelado pelo Diário Catarinense. Ainda em junho, a empresa havia fechado um outro aporte de US$ 45 milhões. 

Nessa ocasião, os novos investidores, liderados pela QMS Capital, foram a  PointBreak, Pollux e Andrew Prozes. A Accel Partners, Monashees e Endeavour Catalyst, investidores desde 2014, também aumentaram os seus investimentos.

“Com estes novos investimentos, ampliaremos a presença internacional da Neoway e o desafio de qualificar ainda mais os serviços”, afirma Jaime de Paula, CEO e fundador da empresa.

A Neoway acaba de abrir uma filial em Nova Iorque e deve abrir outras ainda em 2017 em Portugal, Índia, México e Colômbia. A empresa tem 300 funcionários e deve contratar outros 100 neste ano.

Em 2016, a Neoway foi a primeira empresa da América Latina apontada pelo Gartner como Cool Vendor de Plataformas como Serviço (PaaS).