Baguete
InícioNotícias> Freitas, ex-IBM, assume Disys Brasil

Tamanho da fonte:-A+A

EXCLUSIVO

Freitas, ex-IBM, assume Disys Brasil

Maurício Renner
// quinta, 20/09/2018 05:24

Antonio José de Freitas, executivo da IBM que foi responsável no  Brasil pelas operações de terceirização de processos de negócios (BPM, na sigla em inglês), acaba de assumir o cargo de country manager da Disys, uma multinacional americana com atuação em TI e BPM.

Disys tem uma nova liderança no país. Foto: Pixabay.

A informação é de fontes de mercado e foi confirmada pelo Baguete.

Freitas esteve na IBM entre 2010 e 2015, tendo sido responsável por novos negócios na área de BPM em nível latino americano e pelo negócio completo no Brasil.

Antes, o profissional passou oito anos em  diversos cargos de diretoria na Nimbi, então chamada de Webb, uma companhia brasileira de soluções de e-procurement, incluindo um período como country manager no México.

A posição de country manager da Disys, uma multinacional americana de serviços de TI e BPO, estava vaga desde maio, quando da saída de Luiz Ricardo Martins.

Martins comandou a Disys por quase toda a existência da empresa no Brasil.

A primeira operação da empresa no país foi aberta em Curitiba em 2007 para atender a um contrato internacional de SAP com a Exxon Mobil. 

O executivo assumiu a posição de country manager em 2009, ano a partir do qual a Disys começou a ter mais visibilidade no país, abrindo unidades em Porto Alegre, Rio de Janeiro, Campinas e São Paulo e empregando cerca de 700 profissionais.

A companhia não divulgou dados sobre o período entre 2014 e 2015, mas é possível inferir por comparações entre dados divulgados antes e depois que a equipe e o faturamento no país andaram para trás no período mais agudo da crise.

Seja como for, já no final de 2016 a empresa divulgou um faturamento líquido de R$ 55 milhões no Brasil, uma alta de 20% sobre os resultados do ano anterior.

O objetivo para 2017 era alcançar um crescimento de aproximadamente 18% e ultrapassar a marca de R$ 65 milhões no faturamento líquido local.

A empresa chegou a divulgar resultados para o primeiro semestre de 2017, nos quais a companhia cresceu 22% na comparação com o mesmo período do ano anterior, o que a colocaria no caminho para bater o objetivo.

Resultados completos para o ano passado, no entanto, não chegaram a ser divulgados.

Freitas assume uma companhia de médio porte para o mercado brasileiro e uma subsidiária importante dentro da operação mundial da Disys.

Segundo disse ao Baguete em 2012 o CEO da empresa, Mahfuz Ahmed, a Disys Brasil chegou a ser a segunda maior operação fora dos Estados Unidos, com 10% do total naquele ano, quando a empresa teve um resultado total de US$ 330 milhões.

Em 2015, último ano com resultados divulgados, a Disys faturou US$ 230 milhões.

Maurício Renner