Baguete
InícioNotícias> Blackboard: plataforma para MOOCs no Brasil

Tamanho da fonte:-A+A

OPEN EDUCATION

Blackboard: plataforma para MOOCs no Brasil

Leandro Souza
// segunda, 20/10/2014 13:48

Blackboard, fornecedora global de soluções de TI para ensino à distância (EaD), anunciou a versão brasileira da Open Education, plataforma que permite a criação de cursos gratuitos online às universidades - também chamados de Massive Open Online Course (MOOCs).

Blackboard traz Open Education ao Brasil. Foto: divulgação.


O serviço é aberto à universidades que já utilizam as soluções Blackboard, permitindo a elas ofertarem cursos nos moldes de sites internacionais como o Coursera.

Lançada no mercado internacional há alguns meses, a Open Education já reúne em seu catálogo cursos em inglês e espanhol de renomadas universidades internacionais, como a Universidad de Navarra (Espanha), a University of Cincinnati (EUA) e a Regent’s University London (Inglaterra).

A estreia da plataforma no Brasil conta com cursos da ESPM e da Universidade Positivo. O MOOC da ESPM trata da utilização das plataformas Blackboard em EAD. É um curso autoinstrucional (sem orientação ou tutor) e sem prazos determinados.

As aulas são destinadas aos docentes e usuários do LMS ou AVA Blackboard e os interessados em participar poderão eleger seus temas de maior interesse e se dedicar exclusivamente a eles.

Já o curso de Finanças Pessoais, lançado pela Universidade Positivo, é o primeiro em português com orientação e duração determinada e estreia na semana do dia 13/10, com técnicas financeiras que podem ser aplicadas no cotidiano com o propósito de promover a organização e o equilíbrio financeiro.

Segundo destaca a Blackboard, todas as aulas são gratuitas para qualquer aluno que queira aprender, basta apenas um cadastro direto no site e as informações referentes aos cursos escolhidos chegarão ao e-mail do aluno.

Conforme destaca o Grupo A Educação, empresa que traduziu a plataforma para o português e representa a multinacional do país, os MOOCs vêm sendo apontados como tendência e realidade de ensino há três anos pelas pesquisas especializadas em educação.

"A Open Education permitirá aos nossos clientes alavancar esse novo modelo de ensino e aprendizagem e explorar novas possibilidades de envolver os alunos. Para os alunos brasileiros, que já estão entre os mais assíduos em outras plataformas para MOOCs, a Blackboard oferece a possibilidade de aprimorar os conhecimentos com cursos de qualidade internacional”,  explica Pavlos Dias, gerente da Blackboard no Brasil.

A Blackboard é representado com exclusividade no Brasil desde 2011 pelo Grupo A, editora de livros educacionais, e tem como clientes organizações como Feevale, FGV, FAAP, Dom Cabral, ESPM e Senac-SP.

Recentemente, a empresa fechou um grande contrato com a Universidade Positivo, usando a plataforma da Blackboard para atender a seus alunos e professores. A instituição tem cerca de 10 mil alunos, possui 56 cursos de graduação e desde o ano passado oferece ensino a distância.

A Blackboard fechou o capital em 2012, após ser adquirida por US$ 1,64 bilhão por um fundo de investimentos. Em 2010, último ano para o qual existem dados públicos do ano, o faturamento foi de US$ 447,32 milhões.

Leandro Souza