A empresa possui cinco unidades produtivas, além de duas florestas. Foto: divulgação.

A Irani Papel e Embalagem, indústria com sede em Porto Alegre, acaba de lançar o Irani Labs, seu programa de conexão com startups desenvolvido com a Grow+, aceleradora e gestora de investimentos.

Com o objetivo de desenvolver novas soluções em produtos, serviços e processos, além de impulsionar projetos desenvolvidos pelos empreendedores, o programa está com inscrições abertas até o dia 20 de novembro. 

A inscrição é gratuita e startups de todo Brasil poderão participar. Para estar apta, é necessário que a empresa esteja em fase de desenvolvimento de produto, com pelo menos um produto mínimo viável ou em fase de escala.

A preferência é por projetos focados em cinco temáticas: gestão de resíduos, coleta e gestão de aparas de papel, tecnologias florestais, novos produtos e serviços, além de novos modelos de negócios.

Entre as tecnologias que devem embasar os projetos, estão inteligência artificial, RFID, Blockchain, IoT, QR Code, realidade aumentada, impressão 3D, entre outras, sempre com foco na economia circular.

Na sequência, entre os dias 23 de novembro e 7 de dezembro, serão selecionadas dez startups, que apresentarão seus projetos no Demoday, evento on-line que será realizado no dia 17 de dezembro. 

Neste dia, que representa a fase final, uma banca de avaliação analisará as soluções apresentadas e anunciará até três startups vencedoras.

As ganhadoras poderão se tornar parceiras de negócio da Irani, tendo a oportunidade de testar as soluções e tecnologias propostas na infraestrutura industrial, além de contar com um processo de contratualização simplificado (Fast Track). 

A indústria já vem interagindo com universidades, centros de inovação, parques tecnológicos e incubadoras de empresas. 

Agora o principal objetivo é se conectar com startups brasileiras que desenvolvam oportunidades competitivas no mercado e estejam  preocupadas em gerar valor ao cliente, além de ter a sustentabilidade como base.

“Somos movidos pelo desafio de inovar diariamente, não apenas em produtos e serviços, mas também na maneira como nos relacionamos, produzimos e o impacto que promovemos à sociedade e ao meio ambiente”, afirma Sérgio Ribas, CEO da Irani Papel e Embalagem.

Fundada em 1941 e controlada desde 1994 pelo Grupo Habitasul, a Irani Papel produz papéis para embalagens, chapas e caixas de papelão ondulado, resinas de pinus, breu e terebintina.

A empresa possui cinco unidades produtivas em Santa Catarina, Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul, além de florestas em SC e no RS, estados onde também ficam os escritórios.

Criada em 2015 e com sede em Porto Alegre, a Grow+ já atuou na aceleração de mais de 150 startups, mais de 80 programas corporativos, com mais de 80 investidores anjos e mais de 4 clusters.