Antônio Nogueira, diretor da Benner Saúde. Foto: Divulgação.

A unidade de desenvolvimento de software da Benner localizada em Maringá acaba de subir o nível  do seu selo CMMI. Desde janeiro de 2012 nível 2, a operação é agora nível 3. O objetivo é chegar ao nível 5 até 2016.

A companhia desenvolve produtos de gestão de saúde suplementar na unidade paranaense. A avaliação do modelo de qualidade de desenvolvimento de software americano foi feita pela SWQuality, de Recife.

“Com o CMMI o mercado tem a garantia de qualidade máxima em desenvolvimento e manutenção de software”, afirma Antônio Nogueira, diretor da Benner Saúde.

Durante o processo de certificação foram avaliadas as áreas de treinamento organizacional, gerenciamento e desenvolvimento de requisitos, verificação e validação, planejamento e monitoramento de projeto, solução técnica e definição e foco nos processos. 

Além da gestão integrada de projetos, tomada de decisão, gerenciamento de riscos, medição e análise, integração do produto, gerência de configuração e garantia da qualidade.

Especializada em soluções de gestão para hospitais, a Benner uniu suas operações em abril de 2012 com as da subsidiária brasileira da portuguesa Alert, especialista em administração clínica.

O novo negócio divulgou na época uma projeção de faturamento de R$ 115 milhões para 2012 e planos para chegar a R$ 300 milhões no final de três anos.