MercadoPago mira varejo físico. Foto: divulgação.

O MercadoPago, sistema de pagamentos via web do MercadoLivre, está com o varejo físico na mira, e anunciou planos de levar seu sistema para lojas em todo o Brasil a partir do próximo ano.

O serviço, que funciona por meio de um app e leitor de cartões em smartphones e tablets, coloca a empresa na concorrência com outros sistemas semelhantes no país, como o PagSeguro, do UOL, e iZettle, do Santander.

Segundo destaca a Reuters, a companhia disponibilizará um sistema que permitirá a incorporação do MercadoPago como meio de pagamento em aplicativos desenvolvidos por terceiros. O Easy Taxi, app de solicitação de corridas de taxi já usa a API.

De acordo com Marcelo Coelho, presidente do MercadoPago no Brasil, a estratégia será uma das bases do crescimento da companhia no futuro. Com isso, a empresa planeja incentivar que seus sete milhões de vendedores únicos também passem a operar também com aplicativos.

Com ênfase em micro e pequenos empreendedores, cobrando uma taxa de 4,99% sobre as vendas, a empresa lançou o leitor de cartões em fase piloto, com suporte a todas as bandeiras de cartões de débito e crédito no país, com parcelamento em até 12 vezes.

Além disso, a companhia também anunciou iniciativas na frente de carteira digital, permitindo que os usuários realizem pagamentos e transferências por meio do aparelho de forma gratuita, desde que as duas partes estejam no ambiente do MercadoPago. 

Para enviar fundos para contas em banco, o aplicativo cobra uma taxa de 3 reais.

Com os esforços, o MercadoPago está se preparando para uma grande concorrência que, mais cedo ou mais tarde, também deve chegar ao Brasil. Empresas como Amazon e Apple também estão entrando no mercado de pagamentos eletrônicos, assim como o PayPal ensaia uma expansão mundial.

No Brasil e América Latina, entretanto, o MercadoPago ainda detém um grande número de transações, mesmo que restrito à web. No ano passado, foram registradas 31,5 milhões de transações no MercadoPago, uma movimentação de US$ 2,5 bilhões.