Baguete
InícioNotícias> Adianta recebe aporte de R$ 5 milhões

Tamanho da fonte:-A+A

FINTECH

Adianta recebe aporte de R$ 5 milhões

Júlia Merker
// segunda, 20/11/2017 14:22

A Adianta, fintech da área de antecipação de recebíveis e inteligência de crédito, obteve um aporte no valor de R$ 5 milhões da Osher Tech, divisão de investimentos da Osher Investimentos e Participações, especializada em crédito e com forte atuação no mercado de FIDCs (fundos de investimento em direitos creditórios).

Marco Camhaji, CEO da Adianta. Foto: Divulgação.

Com isso, a Oster se soma à Yellow Ventures como sócia da Adianta. Na ativa desde março deste ano, a fintech tem foco em PMEs e oferece ao mercado um serviço digital em que a inteligência de crédito é feita internamente e a análise de risco é personalizada para cada operação. 

A empresa conta com uma tecnologia proprietária baseada em machine learning e big data. A startup também teve acesso a todo o banco de dados da investidora, com mais de 1,6 milhão de notas fiscais, e informações estratégicas para análise de crédito, como históricos, score e processos. 

De acordo com a companhia, a aporte de dados acelerou em pelo menos dois anos a estruturação do motor de decisão da Adianta, ao permitir a identificação de pontos fundamentais para a modelagem adequada do modelo de negócio, como fraudes e formas de combatê-las, além de reduzir os custos e o tempo da curva de aprendizado.

“No setor de fintechs é a primeira vez que vemos um player estabelecido apoiar um player do futuro, com transferência efetiva de inteligência para que cresça rapidamente e se torne líder de mercado. É um casamento perfeito entre um player tradicional e o novo mundo de crédito viabilizado pelas fintechs”, assinala Marco Rennó, sócio da Osher.  

O alvo da Adianta são empresas com faturamento anual entre R$ 2 milhões e R$ 50 milhões. 

“Quando fazemos a análise por operação e não por cliente, estamos proporcionando uma situação mais justa para o pequeno e médio empresário. As PMEs geralmente não têm acesso a crédito competitivo, mas essas empresas podem vender para companhias com bom histórico de pagamentos que deveriam ter patamares de risco diferentes”, analisa Marco Camhaji, CEO da Adianta. 

Atualmente a startup opera como correspondente bancário e possui 150 clientes ativos. Em sua fase inicial, já descontou mais de 5 mil notas. 

“Conseguimos, por exemplo, estabelecer relações de essencialidade entre fornecedores e compradores e isso nos ajuda a oferecer taxas cada vez melhores a um baixo risco. Com o investimento da Osher esperamos alcançar, até junho do ano que vem, R$ 50 milhões em valor de títulos antecipados”, finaliza Camhaji.

Camhaji já fez parte do time de gestão de empresas como Movile, Apontador e Netmovies. Mais recentemente, atuou no fundo de venture capital Redpoint eVentures e foi membro do conselho da Xerpa.

Júlia Merker