TECPREV

Acate lança plano de previdência para TI

20/12/2012 10:36

TecPrev entra em funcionamento até março de 2013, administrado pela Mongeral Aegon, um dos dez maiores grupos de previdência privada do mundo.

Tulnê Vieira. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Acate lançou o TecPrev, plano de previdência voltado a empresas do setor tecnológico de Santa Catarina.

O plano entra em funcionamento até março de 2013, pois ficará pronto no final de dezembro e então será submetido à aprovação pela Agência Nacional de Previdência Complementar, órgão de fiscalização que tem até 35 dias úteis para aprovar a sua implementação.

O plano será administrado pela Mongeral Aegon, empresa de previdência e seguros que atende a 400 mil clientes no Brasil, com 130 milhões de benéficos pagos, e, no mundo, figura entre os 10 maiores grupos de previdência privada do mundo, com 60 milhões de clientes em 20 países e US$ 956 bilhões em receitas.

Conforme Tulnê Vieira, diretor da Data A, empresa que também entra na administração do plano, as empresas que pagarem pelo TecPrev terão estes gastos considerados como despesas para fins de imposto de renda, com benefício de isenção fiscal sobre esses valores.

Os empregados e pessoas indicadas pelas empresas patrocinadoras dos planos também têm direito a assento nos conselho e comitês de planos da entidade catarinense.

“Além disso, as taxas cobradas pela administração do plano são bem mais baratas. Nas entidades fechadas, equivale a um percentual sobre as contribuições atualmente em torno de 2%”, destaca Vieira.

Já nas entidades abertas, ele explica que, além desta taxa, chamada de “carregamento”, há a incidência da taxa de administração, um valor cobrado sobre o valor acumulado.

“Desta forma, o custo das entidades abertas é diário. Quanto maior o prazo, maior a taxa de administração das abertas, o que, consequentemente, vai reduzir o saldo da conta”, esclarece. “Estudos mostram que a diferença entre os saldos pode chegar a quase 35% diante de um prazo de contribuição de 25 anos”, completa.

O plano também oferece às empresas e funcionários participantes de extratos online das aplicações e dos investimentos, balanços, aplicações dos recursos, entre outros dados.

Também há uma cláusula de preservação do patrimônio. No caso de morte do participante do TecPrev, o saldo da conta individual fica com os beneficiários por ele indicados ou para o espólio, sem necessidade de inventário.

“O plano é completo, abrangendo aposentadoria, invalidez e morte e funciona como uma poupança a longo prazo. O beneficiado contará, ainda, com consultas 24 horas e terá acesso a todas as informações sobre o seu plano, que estarão online, em área restrita”, finaliza Vieira.

Veja também

REPRESENTAÇÃO
Bernard, da Reason, assume Acate

Guilherme Stark Bernard, sócio da Reason, foi eleito o novo presidente da Acate para o biênio 2012-14 nesta segunda-feira, 23. O vice presidente será Everton Gubert, da Agriness.

FLORIANÓPOLIS DO BEM
Acate debate incentivo fiscal e Lei do Bem

A Acate promove na terça-feira, 03, uma palestra com o tema "Os Incentivos Fiscais à Inovação da Lei do Bem para empresas de TIC", a partir das 10h, na sede da associação (Rua Lauro Linhares, 589), em Florianópolis.

O encontro terá duração de cerca de duas horas e os participantes poderão esclarecer dúvidas relacionadas ao tema.

Acate: MPS.BR subsidiado em SC

A Acate está procurando empresas interessadas em certificar seu processo de desenvolvimento de software dentro dos parâmetros do MPS.BR.

Gonçalves, da Acate, está na Abes

O presidente da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate), Rui Luiz Gonçalves, é o único representante do Sul na renovação do conselho deliberativo da Associação Brasileira de Empresas de Software (Abes).

Acate mapeia TIC e RH em Florianópolis

A Associação Catarinense das Empresas de Tecnologia apresentará um mapeamento sobre a necessidade de recursos humanos e cursos de capacitação no setor de TIC de Florianópolis, na segunda-feira, 9, às 17, na Acate (Rua Lauro Linhares, 548), na capital catarinense.

O evento tem como foco a preocupação com a carência de mão de obra no estado de Santa Catarina e na região metropolitana.

Acate forma 38 em Java

A Acate vai certificar na quinta-feira, 27, 38 alunos que fizeram o curso de capacitação de programação Java de 160 horas.

 Dos participantes que concluíram o curso, 18 já foram selecionados, estão em processo de contratação e em breve poderão trabalhar nas nove empresas madrinhas do projeto. Os demais estão em processo de seleção.

SC Games passa do governo para Acate

A Acate passa a administrar, a partir deste mês, o SC Games, polo catarinense de empresas de games, mobile e entretenimento digital que até agora ficava sob a gestão do governo do estado.

Conforme dados da Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina, o setor de games e atrações digitais gerou R$ 10 milhões em faturamento no estado só em 2010.

REVISTA AMANHÃ
Confira as melhores para trabalhar no RS

A Dell figura na liderança das grandes, considerando companhias com mais de mil funcionários.

BOM DE TRABALHAR
GPTW: 21 do Sul entre as melhores de TIC

 

Sul figurou com 21 companhias no ranking das 100 Melhores Empresas para se Trabalhar de TI e Telecom do País, realizado pelo Great Place to Work em parceria com o site Computerworld.

Sul bem representado no GPTW - Época

A Domínio Sistemas, de Criciúma, e a Unimed Missões, de Santo Ângelo-RS, são as únicas organizações da região Sul a figurar no grupo das 30 Melhores Pequenas e Médias Empresas para se Trabalhar - Brasil.

A lista integra a útima edição do ranking geral Melhores Empresas para Trabalhar - Brasil, realizado pelo Great Place to Work em parceria com a Revista Época.