André Xavier, CEO da BHS. Foto: Divulgação.

As companhias mineiras BHS e a Axter acabam de anunciar a fusão de suas operações. Juntas, as empresas somam mais de R$ 25 milhões de faturamento e cerca de 200 profissionais.

Com 23 anos de mercado, a BHS é especializada em projetos de business intelligence, portais e colaboração, fábrica de software e outsourcing de TI. Já a Axter foi fundada há sete anos e tem foco em serviços gerenciados de infraestrutura de TI e nuvem.

A nova companhia espera acelerar o plano de crescimento e expansão regional, com foco inicial na região sudeste, por meio de sua sede em Belo Horizonte e da filial em São Paulo. 

A nova operação será comandada por André Xavier, atual CEO da BHS. Adonai Bernardes, até então CEO da Axter, vai liderar as operações de serviços gerenciados e parcerias. 

“Com a união, temos a missão de levar soluções cada vez mais inovadoras aos nossos clientes, ajudando-os nas demandas de transformação digital e mantendo a qualidade e eficiência operacional apresentadas pelas duas empresas”, comenta Xavier.

Segundo Bernardes, as empresas já contavam com sinergias no portfólio.

“Temos vários clientes em comum, de pequenos a grandes. Com a aliança, iremos oferecer um portfólio de produtos e serviços ainda mais completo, possibilitando que as companhias foquem no dia a dia da operação e não se preocupem mais com a tecnologia que as apoia”, declara.

Entre os clientes da BHS estão Pepsico, Bradesco, Algar Telecom, MRV e Banco BMG.

A BHS é especializada em SharePoint, PPM, Fábrica de Software, BI e Analytics e Outsourcing. Já a Axter atua em segurança da informação, gerenciamento de infraestrutura de TI, implementação de novas tecnologias, serviços gerenciados em nuvem, projetos complexos e consultoria. 

Juntas, vão entregar desde desenvolvimento de soluções, implementação, serviços gerenciados, consultoria, outsourcing de TI, além de comercializar as soluções da Microsoft, como Office 365 e o Azure.