Andréia Rengel, presidente da AMcom. Foto: Divulgação.

A AMcom, empresa de Blumenau especializada em desenvolvimento customizado, sustentação de sistemas, consultoria e alocação de profissionais, vai sustentar o Pátio Digital, iniciativa criada pela Secretaria Municipal de Educação de São Paulo.

A companhia fornecerá a manutenção dos sistemas legados e o desenvolvimento de novas ferramentas que corroboram com os pilares do programa, baseados em Transparência e Dados Abertos, Colaboração Governo-Sociedade e Inovação Tecnológica.

O primeiro ciclo de desenvolvimento contemplará a reformulação dos sistemas de alimentação escolar e de gestão pedagógica, como o Diário de Classe on-line, além do portal da secretaria. 

Todos os sistemas serão reescritos  de acordo com as necessidades dos usuários. Para isso, serão entrevistados funcionários, pais e alunos.

"O Pátio Digital é uma iniciativa de Governo Aberto que busca dar mais transparência e viabilizar a colaboração entre governo e sociedade por meio da inovação tecnológica e o contrato com a AMcom vai permitir a expansão do projeto", pontua Fernanda Campagnucci, coordenadora da estratégia de transformação digital da SME-SP.

O desenvolvimento dos projetos por meio da metodologia ágil permitirá entregas enxutas e testadas ao longo do projeto. 

"A transformação digital está chegando à educação pública e a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo está na vanguarda deste movimento. É um projeto que vem ao encontro do nosso modelo de atuação, que é tornar a tecnologia real", acrescenta Andréia Rengel, presidente da AMcom.

O segundo ciclo de desenvolvimento contemplará a gestão de pessoas e a arquitetura de dados estratégicos. O último envolverá a gestão de insumos e o suporte às unidades educacionais. 

Ao todo, serão sete células de desenvolvimento, com pelo menos três projetos por célula.

O modelo de governo aberto da secretaria, que já ganhou destaque internacional com a premiação Governarte do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) pela transparência no orçamento, foi inspirado em projetos desenvolvidos na Espanha e no Reino Unido, além de referências na América Latina. 

A AMcom tem 21 anos de mercado e atende a nomes como Bunge, Brandili, Cecred, Dudalina, Embraco, Hering, Infraero, Philips, Jequiti Cosméticos, Tigre e Senac. A companhia tem 200 clientes ativos.

Em junho, a empresa inaugurou uma nova sede, que contou com investimento de R$ 5 milhões.