Diego Boufleur, diretor executivo da Wikipass. Foto: divulgação.

O portal agregador de conteúdo das redes sociais, Wikipass, lançou nesta semana sua versão mobile disponível na loja virtual da Apple. O novo app tem a função de catalogar e organizar os conteúdos nas redes sociais de acordo com temas de interesse. O aplicativo é gratuito e a empresa garantiu para esse primeiro trimestre a versão para dispositivos Android.

Fundada em Caxias do sul, a startup promete oferecer aos usuários as mesmas funções da plataforma online como postar, interagir, organizar e colecionar os conteúdos das suas contas nas redes sociais. 

A empresa de participações aberta captou R$ 1 milhão em novembro do ano passado, o qual vendeu 25% da empresa para investidores físicos e fundos. Atualmente, se encontram com 40% de seu capital aberto para investimentos.

A ideia do empresário Diego Boufleur, ex-diretor de Produto e Tecnologia da caxiense Focco que decidiu empreender em janeiro de 2012, é criar uma audiência relevante para depois começar a faturar com o Wikipass.

O foco para Boufleur é aumentar a base de usuários. Segundo dados divulgados pela empresa em novembro de 2013, o WIkipass concentra em torno de 5 mil utilizadores. A meta é chegar em 70 mil até o final desse ano. Para suportar o crescimento de acessos, o site está hospedado na Amazon, garantindo flexibilidade e infraestrutura.