Envision encerra produção em São Paulo. Foto: Shutterstock.

A Envision, companhia controladora das unidades fabris das marcas AOC e Philips no Brasil, anunciou o fechamento de sua fábrica em Jundiaí, interior de São Paulo, no primeiro semestre do ano.

A empresa, que pertence ao grupo chinês TPV Technology, fabrica televisores e painéis eletrônicos para as duas marcas, mas também detém contratos de manufatura para terceiros (OEM).

Segundo destacou a Exame, até julho toda a produção dos monitores migrará para a unidade da TPV em Manaus, onde já são feitos televisores. A unidade da TPV em Jundiaí tem cerca de 530 empregados. Deste total, cerca de 320 pessoas serão demitidas.

Dos funcionários restantes, 120 serão transferidos para o centro de distribuição da empresa, que fica na mesma região, e os outros passarão a trabalhar no escritório administrativo da companhia, em São Paulo.

A fabricante deu explicações para o fechamento da unidade, alegando “motivos estratégicos" para a decisão.

"A TPV identificou, e assegurou, que a unidade de Manaus, de maior metragem, possui capacidade para absorver toda a linha de produção da empresa, centralizando os serviços em uma mesma planta, garantindo maior eficiência e sinergia e incrementando a competitividade", disse a companhia em nota.

Entretanto, a manobra vem no rastro de outras mudanças em decorrência da queda nas vendas de televisores no país. No final de 2014, a Philips encerrou suas operações locais de fabricação para televisores, deixando a marca sob tutela da AOC no Brasil.

Depois de um boom em 2014 devido à Copa do Mundo, a venda de televisores no Brasil registrou quedas seguidas em 2015. Até julho do ano passado, 4,85 milhões de unidades foram vendidas. Em 2014, foram vendidos um total de 14,99 milhões de televisores, sendo 7,93 milhões. Os números são da Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletrônicos (Eletros).