Flávio Pripas. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Bitinvest, exchange brasileira de moedas digitais, anunciou o início de suas operações no país, trabalhando com o câmbio de moedas como Litecoin e a badalada Bitcoin.

Fundada pelo empresário Flávio Pripas, a startup pretende fazer a intermediação entre compradores e vendedores que desejam não só vender e comprar como investir e armazenar suas moedas digitais.

Já no ar, o site oferece funções de compras e vendas rápidas de moedas virtuais, assim como também tem uma opção de negociação de quantias entre usuários. Para entrar no site, é preciso fazer um cadastro rápido.

Feito isso, o usuário já pode fazer as suas transações. Quando envolve compras apenas com moedas digitais, o site não cobra tarifas. Quando o usuário faz compra ou venda de moedas digitais para reais, o site cobra um percentual de 2,10% sobre o valor, mais uma taxa de R$ 7,90.

Para o CEO da companhia, o objetivo é contribuir para a transformação na forma como as transações financeiras são realizadas, e as moedas digitais são uma alternativa eficiente para transferências de valores de forma rápida e com baixo custo.

"Com o fortalecimento, valorização e popularização dos Bitcoins, acreditamos que pode surgir uma nova economia mais dinâmica e eficiente, que modernize ainda mais a forma como fazemos compras e transacionamos no mundo digital", frisa.

Segundo Pripas, o site oferece um ambiente seguro e prático para a compra, venda e armazenamento da moeda por meio de uma ferramenta preparada para atuar globalmente.

Atualmente, o mercado da Bitcoin ainda não é regulamentado, mas o crescimento da moeda já está atraindo atenções de entidades governamentais. Nos Estados Unidos, o Departamento de Serviços Financeiros de Nova York (NYDFS), estuda a criação de "Bitlicenças".

No Brasil, o Bitcoin só valoriza. Atualmente avaliada em torno de R$ 1,4 mil por um, a moeda teve em 2013 um valor negociado no país acima dos R$ 10 milhões.

A expectativa é que o volume mensal se multiplique em 2014, devido à sua popularização e ao aumento de estabelecimentos que aceitam estes pagamentos digitais.

Com este crescimento da moeda, o CEO da Bitinvest estima que a empresa se tornará a exchange líder em negociações feitas em reais ainda em 2014.

Pripas não é novo no mercado digital. Formado em Ciência da Computação pela PUC-SP e com MBA na FGV, o executivo é CEO do portal Fashion.me, especializado em comércio de moda.

Além disso, o executivo teve passagens por instituições financeiras de renome como o JP Morgan, onde foi diretor de tecnologia. Além disso, ele foi head de Desenvolvimento do Credit Suisse Hedging-Griffo e head de TI America Latina do JPMC Vastera.