Ricardo Fachin.

A FH Consulting criou uma aplicação que simplifica o contato de franqueados com os sistemas de gestão dos franqueadores, que, no longo prazo, pode abrir portas em novos mercados para o  parceiro da SAP sediado em Curitiba.

Atualmente usado pelo Boticário para contato com cerca de 250 lojas próprias. O chamado Easy ERP permite que os gestores de cada loja tenham acesso a uma versão simplificada das telas do sistema de gestão da companhia em qualquer dispositivo, através de uma interface HTML 5.

Uma possibilidade imediata para o futuro da solução é o uso para os franqueados, que são donos da imensa maioria das cerca de 3,5 mil unidades da Boticário no Brasil. 

“Alguns desses franqueados tem dezenas de lojas e usam ERPs próprios para fazer a administração”, revela Ricardo Fachin, diretor da FH.

A oferta da FH chega em bom momento. O Boticário anunciou no ano passado planos para renovar suas lojas com um investimento de R$ 1 bilhão nos próximos anos e representantes da SAP tem falado em usar ecossistemas de empresas para disseminar suas ofertas.

No médio prazo, o Easy ERP pode ser uma opção atrativa para outros clientes da FH no segmento de varejo como Cacau Show, Americanas e Dafiti e no longo para o mercado em geral.

Fachin destaca os planos do governo para implementar o cupom eletrônico, com o qual lojistas emitirão notas fiscais conectadas com as secretarias da Fazenda. 

No novo cenário, qualquer impressora poderá gerar uma nota fiscal, não sendo mais necessárias as impressoras fiscais. 

“Hoje, muitos lojistas preferem usar os sistemas de backoffice que vem junto com impressoras fiscais como as da Bematech. No futuro, esse mercado será mais aberto”, analisa Fachin.

A FH fechou 2013 com faturamento de R$ 70,4 milhões, alta de 35% frente ao ano anterior. A meta da empresa é fechar esse ano em R$ 90 milhões e atingir R$ 170 milhões até 2017.

* Maurício Renner cobriu o SAP Fórum em São Paulo a convite da SAP.